Timóteo e Saritur chegam num consenso e greve dos rodoviários termina

 Timóteo e Saritur chegam num consenso e greve dos rodoviários termina

Imagem: Divulgação PMT

O Município de Timóteo e a Saritur, concessionária de transporte público municipal, chegaram a um consenso que coloca fim ao estado de greve de motoristas e trocadores em Timóteo, deflagrado nos dias 25 e 26 de maio. Durante audiência de instrução e julgamento no Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região, na última segunda-feira (13), a concessionária confirmou que chegou a um acordo com o Município, possibilitando o adiantamento do salário aos profissionais referente ao mês de junho já com o reajuste.

Será concedido 12% de reajuste, dividido em duas parcelas: 6% retroativo ao mês de março e os outros 6% a partir de setembro. “O salário de junho será pago com o reajuste e as diferenças salariais de março serão quitadas em julho; de abril em agosto; e de maio em setembro deste ano”, informou a empresa.

Imagem: Divulgação PMT

Também está previsto o pagamento de um abono na folha de julho no valor de R$ 433 para o empregado que ganha acima de R$ 1.300,00 e de R$ 216,50 para quem ganha menos do que esse valor. O ticket alimentação passará a ser de R$ 435,37 por mês a partir de junho e as diferenças serão pagas nos mesmos parâmetros das diferenças salariais.

Subsídio

Para essa conciliação, com a finalidade de mitigar o desequilíbrio do contrato sem prejudicar o usuário do transporte público, o Município de Timóteo concordou com o reajuste da tarifa do transporte público a partir do dia 20 de junho para R$ 4,75. Desde 2019 não havia aumento da passagem em Timóteo.

O Município de Timóteo vai ainda propor um subsídio de R$ 0,25 do custeio parcial da tarifa por passageiros pagante, elevando para R$ 5 o valor recebido pela companhia de transporte por passageiro pagante. Esse valor referente ao subsídio será feito por meio de compensação da dívida tributária que a Saritur possui com o Município.

Nesse sentido, o Município se comprometeu a encaminhar um Projeto de Lei para a Câmara de Vereadores votar a concessão desse subsídio, cuja duração ocorrerá até a quitação integral do débito da concessionária junto ao Município.

Decreto

Nesta terça-feira (14) o Município publica o Decreto nº 5.622 que dispõe sobre o reajuste das tarifas nas linhas de transporte coletivo municipal. A passagem passará a custar R$ 4,75 a partir da zero hora da próxima segunda-feira, dia 20. Para conceder o aumento o Município lembrou que a tarifa não era reajustada desde 2019 e que a inflação acumulada no período acarretou a alta no preço dos combustíveis e insumos dos últimos três anos.

 

 

Para mais notícias clique aqui e também nos siga nas redes sociais @maisvipoficial

Publicações relacionadas

X