Timóteo já vacinou 70% da população com idade superior a 18 anos

 Timóteo já vacinou 70% da população com idade superior a 18 anos

(Divulgação/Prefeitura de Timóteo)

Com a evolução da vacinação contra a Covid-19, que nesta semana inclui a população com idade superior a 31 anos em primeira dose, pessoas com Síndrome de Down e também o público em tratamento de diálise em segunda dose, a Prefeitura de Timóteo alcança uma marca significativa na imunização que chega a 70,5% do público alvo definido pelo Plano Nacional de Imunização, do governo Federal.

A população atual de Timóteo é de 90.568 habitantes, conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Desse quantitativo, 62.431 é o total de moradores a serem vacinados, sendo que 44.028 já receberam a primeira dose, representando um percentual superior a 70%. 15.521 pessoas já foram vacinadas em segunda dose e/ou dose única, o que significa que cerca de 25% do total da população já estão com 100% de imunização completa.

Embora ainda não seja hora de relaxar nas medidas preventivas, como uso de máscara e distanciamento social, o percentual de imunização atingido em Timóteo é motivo de alegria e orgulho. Para o prefeito Douglas Willkys, a imunização de boa parte da população timotense é resultado de um trabalho sério para preservar vidas.

“Desde o início da pandemia entendemos que era necessário garantir e prevenir a saúde de toda a população. Tivemos que adotar medidas duras que tinham por finalidade tentar minimizar os impactos do vírus. Felizmente, a população entendeu que o momento era grave e singular também, pois nunca havíamos passado nada parecido na história recente. Assim que as vacinas começaram a chegar montamos uma estratégia de imunizar em primeiro lugar a população mais vulnerável que eram os idosos e assim, gradualmente, à medida que as doses iam chegando fomos avançando até chegar no público alvo de 31 anos e mais nesta semana”, relembrou Douglas Willkys.

Ele enfatizou ainda o esforço da atual gestão da Prefeitura de Timóteo em estruturar a rede de saúde como a inauguração da UPA Geraldo dos Reis Ribeiro, cuja obra estava paralisada anos e começou a funcionar coincidentemente dois meses antes da chegada da pandemia;  a abertura de novos leitos de UTI Covid no Hospital Maternidade Vital Brazil; o Programa Remédio em Casa, que facilitou o acesso aos medicamentos a pessoas com comorbidades e outras doenças evitando assim que elas saíssem de casa, entre outras ações. “Destaco também o empenho dos profissionais da Saúde que estiveram na linha de frente no combate à pandemia. Todas essas iniciativas foram úteis para minimizar o impacto da Covid-19 em Timóteo”, pontuou Douglas Willkys.

Publicações relacionadas

X