Novela sobre gestão do HMVB em Timóteo ganha novo capítulo hoje (26)

 Novela sobre gestão do HMVB em Timóteo ganha novo capítulo hoje (26)

O desentendimento que envolve o comodato para a administração do Hospital Vital Brazil, em Timóteo, ganhou novos contornos nesta quarta-feira (26). Em nota enviada para a imprensa, o Hospital Vera Cruz demonstrou desapontamento para com a decisão judicial que impede o fechamento do contrato entre a instituição e a Aperam South America.

Na nota, o HVC garante que vem trabalhando há meses no sentido de fazer uma transição suave de gestão no HVB com a antiga mantenedora, com o objetivo de dar continuidade nos serviços prestados sem causar grandes impactos na comunidade timotense.

Confira abaixo na íntegra a nota do Hospital Vera Cruz no que tange ao imbróglio judicial da administração do  Hospital e Maternidade Vital Brazil:

O Hospital Vera Cruz lamenta a decisão judicial proferida pelo Exmo. Sr. Juiz Maycon Jésus Barcelos, Juiz de Direito da 2a Vara Cível da Comarca de Timóteo/MG em 18 de agosto de 2020, que suspende temporariamente o contrato de comodato firmado pela Aperam South America e o Hospital Vera Cruz, para gestão do Hospital e Maternidade Vital Brazil.

Lembramos que desde junho, a equipe técnica do Hospital Vera Cruz vem trabalhando no processo de transição com a antiga mantenedora, com previsão para conclusão dos trabalhos em setembro, visando a continuidade da prestação de serviço de saúde de qualidade e sem prejuízo à toda a comunidade da região, além da manutenção do corpo funcional e clínico do Hospital.

Cabe destacar que, além da continuidade do atendimento de todos os convênios, incluindo os pacientes do SUS (exigência da Aperam prevista em contrato). O HVC reitera o compromisso de manter todos os serviços médicos já existentes no HMVB, levando a expertise de uma instituição com mais de 71 anos de atuação na capital mineira, conhecida pela excelência em medicina de alta complexidade, além de trazer para a cidade, nesse primeiro momento, dois novos serviços: UTI Néo-pediátrica e o Serviços de Hemodiálise para pacientes renais crônicos.

O Hospital Vera Cruz vê com extrema preocupação a decisão judicial, que nos impede de assumir a gestão do Hospital, e que pode impactar de forma direta a qualidade e diversidade do serviço médico hospitalar ofertado para a população da cidade e da região. Estamos acompanhando em conjunto com a Aperam a avaliação das medidas judiciais cabíveis em razão da referida decisão.

Publicações relacionadas

X