Governo de MG deve o repasse de R$ 3,5 milhões ao Hospital Vital Brazil

 Governo de MG deve o repasse de R$ 3,5 milhões ao Hospital Vital Brazil

 

O Governo de Minas deve pelo menos R$ 3,5 milhões de verba de repasse ao Hospital e Maternidade Vital Brazil, em Timóteo, conforme administradores da unidade de saúde. De acordo com eles, o hospital está sem receber verba de repasse há três anos; a dívida é referente ao Programa de Fortalecimento e Melhoria da Qualidade dos Hospitais SUS/MG (Pro-Hosp).

Ainda segundo as informações dos administradores do hospital, da dívida de R$ 3,5 milhões são aproximadamente R$800 mil referentes ao ano de 2018, R$ 1,2 milhão referente ao ano de 2019 e R$ 1,5 milhão referente ao ano de 2020.

De acordo com os administradores, atualmente, o Vital Brazil atende apenas urgências pelo SUS, além procedimentos por convênio e particular. A unidade enfrenta dificuldades financeiras devido aos atrasos de repasses estaduais há alguns anos e resultou no fim de atendimentos amplos pelo SUS. A medida impactou a área de Saúde de oito municípios da região do Vale do Aço.

A fim de ajudar na melhor estruturação do sistema de saúde da região e no combate a pandemia do novo coronavírus, Covid-19, e, a deputada estadual Rosângela Reis (Podemos) protocolou um pedido para a quitação da dívida do Governo de Minas com o Hospital Vital Brazil.

Leia mais: Coronavírus: Timóteo investiga morte de idoso de 70 anos

Segundo a deputada Rosângela Reis, levando em consideração o cenário com a pandemia de Covid-19, a solicitação busca uma melhor estruturação e fortalecimento do sistema de saúde das cidades do interior de Minas Gerais, em especial da região do Vale do Aço.

“Com o pagamento da dívida, o hospital pode voltar a abrir o atendimento amplo para os usuários do SUS, neste momento que o sistema de Saúde, como um todo, carece de mais investimento devido ao coronavírus”, ressaltou a deputada.

 

Publicações relacionadas

X