Prefeito pede que incêndio na Serra da Viúva seja investigado

 Prefeito pede que incêndio na Serra da Viúva seja investigado

Incêndio na Serra da Viúva foi controlado pelo Corpo de Bombeiros Militar (Divulgação/Prefeitura de Santana do Paraíso)

Caso está sendo apurado pela Delegacia de Polícia Civil de Santana do Paraíso

O prefeito Bruno Morato solicitou ao delegado Alexandro Silveira, da Delegacia de Polícia Civil de Santana do Paraíso, abertura de inquérito para apurar as causas de um incêndio ocorrido na Serra da Viúva, no último sábado (03/07), após as 16h30.

Segundo denúncias anônimas, havia um grupo de pessoas fazendo uso de fogos de artifício no local, o que indica suspeita de incêndio criminoso. Bruno Morato ressalta que há três câmeras de segurança patrimonial no local que podem ajudar a elucidar as causas do incêndio. Uma equipe do Corpo de Bombeiros Militar controlou o incêndio, evitando um estrago de maiores proporções. A Defesa Civil Municipal também compareceu ao local.

Agora, o caso está sendo apurado pela equipe liderada pelo delegado Alexandro Silveira. “Assim que foi apresentada a notícia-crime na Delegacia de Polícia Civil, nós instauramos o inquérito para apurar a autoria do possível crime ambiental ocorrido na Serra da Viúva”, afirmou o delegado. Conforme a Lei de Crimes Ambientais, incêndios criminosos são punidos com reclusão de quatro anos e multa.

De acordo com Bruno Morato, crimes ambientais não são tolerados no atual governo. “As queimadas são um grande risco para a população e, no caso que está sendo investigado, o incêndio colocou em risco um grande patrimônio paisagístico e cultural de Santana do Paraíso, que é a Serra da Viúva. Nosso compromisso é defender a nossa população e o meio ambiente em que vivemos, por isso não podemos admitir episódios como o que ocorreu no último sábado”, ressaltou o prefeito.

Publicações relacionadas

X