Moradores do bairro Horto querem evitar construção em área preservada; Construtora se pronuncia

 Moradores do bairro Horto querem evitar construção em área preservada; Construtora se pronuncia

Imagem: Gabriel Barroso / MaisVip

A construção de um loteamento na mata do bairro Horto, em Ipatinga, que funciona como um cinturão verde, tem sido motivo de revolta para alguns moradores.

A reportagem MaisVip escutou, nesta terça-feira (19), o relato de pessoas que querem impedir o desmatamento da área. Conforme a moradora Cássia Albuquerque, o comunicado foi enviado aos moradores, que não estão satisfeitos com a possibilidade de derrubada das árvores e prejuízos à fauna, bem como ao solo.

“Estamos assustados com essa notícia, não estamos de acordo porque isso aqui é uma área de proteção ao solo. Já houve, em 1979, uma chuva que provocou a descida de barrancos por ali, posteriormente, a Usiminas plantou árvores para amenizar a situação. Inclusive, foi feito um estudo há algum tempo, apontando que o solo daqui é igual ao de Petrópolis (RJ). Agora, com essa informação do loteamento, ficamos com medo, estamos apreensivos”, relata.

Assista a reportagem completa

Cássia ressaltou que já foi feito um abaixo-assinado com os moradores para evitar a implantação do empreendimento no local. Além disso, nas redes sociais, foi criado um perfil no Instagram para alcançar mais pessoas a se envolver com a causa. Em 4 dias, o perfil conquistou cerca de mais de 1.800 seguidores e divulgou uma manifestação marcada para a próxima quarta-feira (20).

Confira

Usiminas e Construtora se posicionam

A reportagem procurou a Usiminas, até então, proprietária do terreno, que por meio de nota disse que os processos de compra e venda dos imóveis contam com cláusulas de sigilo. Porém, confirmou a venda da área.

Conforme apurações do portal MaisVip, parte da mata do entorno do bairro Horto agora é de propriedade da ”WR Construtora”.

A  empresa informou, por meio de nota, que a área está catalogada dentro do plano diretor de obras de Ipatinga como zona de expansão urbana e que atua em seus empreendimentos sempre de acordo com a legislação vigente e respeitando a preservação de áreas verdes e paisagismo (nota na íntegra abaixo).

Também informaram que na atual proposta, a construtora visa preservar quase 70% da área, fazendo a doação da porcentagem para a prefeitura como área pública.

Associação de Moradores

O presidente da associação de moradores do bairro Horto, Pedro Yamagata, também se posicionou e disse que buscou esclarecimentos por parte da Usiminas e da WR. Logo, quando soube da notícia, informou ser contrário a construção de um loteamento no local.

“A AMOH (Associação dos Moradores do Bairro Horto) solicitou o destrato comercial em virtude do desmatamento previsto para a implantação do empreendimento”, falou.

“Entendo que a implantação do projeto vai contribuir para a perda da qualidade de vida e impactar de forma negativa na biodiversidade (fauna e flora) da região.”, completou.

Nota da WR Construtora

A área em questão, que até meados de 1970 era um pasto e foi reflorestada posteriormente com espécies diferentes de árvores nativas e exóticas, está catalogada dentro do Plano Diretor de Obras de Ipatinga como zona de expansão urbana e a proprietária vem pagando IPTU ao longo dos anos!

Isso permitiu à Usiminas, antiga proprietária do terreno, vendê-lo à WR Construtora, que por sua vez, atua em seus empreendimentos atuais e projetos futuros sempre de acordo com a legislação vigente e as normas do Plano Diretor de Obras, integrando desenvolvimento com respeito à preservação de áreas verdes e paisagismo.

Além disso, a construtora investe em ações de sustentabilidade, como a recuperação de áreas e plantio de 4.500 árvores em Ipatinga e cuidado com os animais. A WR gera hoje mais de 600 empregos diretos outros 1.500 indiretos.

Na atual proposta, a construtora visa preservar quase 70% da área, fazendo a doação da mesma para a Prefeitura como área pública.

 

Para mais notícias clique aqui e também nos siga nas redes sociais @maisvipoficial

Publicações relacionadas

X