Usiminas comemora 60 anos de operações e anuncia reforma do Alto-forno 3

 Usiminas comemora 60 anos de operações e anuncia reforma do Alto-forno 3

imagem: divulgação

Após os resultados positivos apresentados nos últimos trimestres, com vários recordes históricos, a Usiminas segue focada na geração de valor para os seus clientes, colaboradores, comunidade, acionistas e demais públicos. No ano em que a companhia comemora 60 anos de operação e com um longo histórico de atuação na área social, Usiminas estabeleceu metas relevantes, também, na área de sustentabilidade e modernização do processo produtivo e se prepara para enfrentar os principais desafios futuros, como a reforma do Alto-forno 3, da Usina de Ipatinga. 

De acordo com o presidente da empresa, Alberto Ono, as obras de manutenção do alto-forno 3 integram um dos projetos mais importantes para os próximos trimestres, já que a reforma garantirá a continuidade das operações pelos próximos 20 anos. Cerca de 8 mil empregos serão gerados no período avançado da reforma, fomentando a economia junto a diversas outras empresas da região e fora do Vale do Aço. 

Com investimentos de R$ 2,1 bilhões, a previsão é que o equipamento seja desligado nos primeiros meses de 2023. Todo o processo deve demorar 110 dias. 

“A Usiminas, líder no mercado brasileiro de aços planos, se orgulha de ter um histórico de contribuições para o Brasil e continuará trabalhando fortemente para seguir nessa jornada. De maneira geral, temos entre nossos desafios continuar atendendo nossos clientes no nível da excelência, de evoluir na nossa participação de mercado e na nossa atuação ambiental e social, onde temos uma contribuição importante para as comunidades”, afirma Alberto Ono. 

O executivo ressalta, ainda, a atuação em responsabilidade social da companhia, que tem a saúde, a educação e a cultura entre seus pilares de gestão. “Como parte das comemorações do aniversário da companhia e como uma forma de presentear aqueles que fazem parte da história da companhia, a Usiminas por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, com apoio do Instituto Usiminas, vem trazendo para o Vale do Aço e Belo Horizonte iniciativas inéditas que colaboram para a democratização do acesso à cultura”, declara. 

  

Agenda ESG 

Entre os destaques no trimestre, alinhada à estratégia de Sustentabilidade da Usiminas, a empresa anunciou, em fevereiro, uma parceria para geração própria de energia renovável com a Canadian Solar, uma das maiores empresas do setor no mundo. O acordo vai possibilitar uma produção mais sustentável, por meio da melhor utilização dos recursos naturais e da redução dos impactos ambientais e dos custos de energia. O contrato prevê a autoprodução de 30 megawatts médios de energia renovável, por 15 anos, a partir de 2025, o que representa cerca de 12% do volume de energia consumido pela companhia. 

Também nos primeiros meses do ano, a Usiminas assinou a nova Carta de Sustentabilidade da World Steel Association, se comprometendo com uma série de princípios que devem embasar suas ações e posicionamentos relacionados às questões de sustentabilidade na indústria do aço. No total, a nova carta traz nove princípios, abrangendo temas de meio ambiente, social, de governança e econômicos, entre outros. 

 

 

Para mais notícias clique aqui e também nos siga nas redes sociais @maisvipoficial

Publicações relacionadas

X