Ipatinga inicia vacinação para adolescentes de 12 a 17 com comorbidades

 Ipatinga inicia vacinação para adolescentes de 12 a 17 com comorbidades

(Divulgação/Prefeitura de Ipatinga)

A aplicação da primeira dose se estende às pessoas de outras faixas e grupos que por algum motivo ainda não compareceram para ser imunizadas, mesmo tendo sido convocadas

A Prefeitura de Ipatinga continua dando celeridade à campanha de vacinação contra a Covid-19 e sustentando a condição do município como um dos mais avançados no Estado em relação às faixas etárias atendidas. A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) anunciou nesta quinta-feira (26) que começam a ser vacinados na próxima segunda-feira (30) os adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidades ou imunodeficiências definidas pelo Ministério da Saúde. Ipatinga já vacinou com a primeira dose cerca de 80% da população adulta.

Nessa nova etapa, o município segue a recomendação do Plano Nacional de Imunização (PNI) que orienta a inclusão de grupos numa sequência específica de prioridades após atingida a maioria das pessoas acima de 18 anos com a primeira dose. 

 

Tipo de vacina e repescagem

Nessa faixa etária, será aplicada exclusivamente a vacina da Pfizer que, no momento, é a única no país que já obteve autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para imunizar pessoas abaixo de 18 anos. 

Para receber o imunizante, o adolescente deve procurar o posto de vacinação de referência no período de 8h às 16h, acompanhado do responsável. Na ocasião, o adolescente poderá ser vacinado ou terá atendimento agendado conforme a demanda da unidade. 

A aplicação da primeira dose se estende às pessoas de outras faixas e grupos que por algum motivo ainda não compareceram para ser imunizadas, mesmo tendo sido convocadas. É o atendimento da chamada “repescagem” – uma nova chance para quem perdeu a vez.

Na cidade, a vacinação está acontecendo por livre demanda, sem necessidade de agendamento prévio, e para o público adulto acima de 18 anos não há necessidade nem possibilidade de escolher um imunizante específico.

O secretário municipal de Saúde, Cléber de Faria, ressalta a preocupação e o empenho da administração em dar máxima agilidade ao processo de imunização de toda a população. “O trabalho dedicado e comprometido das nossas equipes de vacinas tem sido muito importante para a aceleração da imunização dos moradores da cidade. Estamos com equipes trabalhando em horário estendido e durante os fins de semana também”, reforçou.

 

Documentação

Para acelerar ainda mais a campanha, a equipe da SMS orienta que o usuário compareça à Unidade de Saúde de referência portando documento com foto e CPF, comprovante de residência em Ipatinga no nome dos pais e/ou responsáveis, além de atestado médico que comprove a comorbidade, documento que comprove a imunodeficiência, gravidez ou puerpério (até 45 dias depois do parto).

Publicações relacionadas

X