Prefeitura de Ipatinga mantém frentes de obras em diversas regiões da cidade

 Prefeitura de Ipatinga mantém frentes de obras em diversas regiões da cidade

(Divulgação/Prefeitura de Ipatinga)

Principais ações são voltadas para proteção de moradores em áreas de risco e melhoria de condições sanitárias

Com o objetivo de dar mais segurança para moradores que vivem em áreas de risco no município, a Prefeitura de Ipatinga concluiu na última semana uma série de intervenções importantes na região das ruas Cravo, Vanda e Laura, no bairro Bom Jardim. O principal problema vivido pelos moradores era quanto ao escoamento de águas em períodos chuvosos, com sérias ameaças às residências. A administração municipal atuou no local com a limpeza de toda a rede de drenagem pluvial e reparos nos ramais, além de reformar bocas de lobo. Ao mesmo tempo, a Secretaria de Obras Públicas (Semop) promoveu a revitalização da galeria de drenagem pluvial na rua Vanda com a rua Cravo, procedendo posteriormente a recomposição asfáltica dos trechos que sofreram danos ou intervenções.

Acompanhado de assessores e técnicos, o prefeito Gustavo Nunes esteve percorrendo nos últimos dias algumas das áreas assistidas pelo governo com ações de infraestrutura e, especificamente em relação aos serviços desenvolvidos no Bom Jardim, encontrou manifestações muito positivas dos residentes. Para Terezinha de Jesus Pereira Morais, moradora há 22 anos da rua Laura, a gestão atual também respondeu bem à necessidade de impedir inundações e mesmo de proteger as habitações contra riscos de destruição ao edificar um muro de contenção na esquina da rua Cravo com rua Vanda para reduzir a velocidade de enxurradas que historicamente descem da rua Celósia. “Esta era uma solicitação antiga. Muitos moradores perderam pertences, bens de valor em anos passados. Não foram poucos que tiveram que assistir indefesos o resultado do seu trabalho ser levado pela correnteza”, descreveu, bastante emocionada.

A Semop informa que muitas obras do gênero estão em andamento por toda a cidade, com foco principal na recuperação e estabilização de encostas. Estão em fase de conclusão três muros de contenção na rua Olinda, no bairro Caravelas (um em sacaria de solo-cimento e outros dois em concreto armado com blocos cheios, na altura dos números 790 e 890), e mais um na rua Antônio Boaventura Batista, no bairro Vila Celeste, em concreto maciço.

Neste momento, conforme a administração municipal, estão sendo executadas ordens de serviço no valor total de R$ 402.290,87, e há outros muros de arrimo com início programado. Os recursos são provenientes do Finisa – Programa de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento.

“É muito gratificante saber que estamos amparados pelo poder público. Esse muro próximo de onde moramos salvou minha casa e minha família”, destacou Valdeci Pereira da Silva, que reside há mais de 30 anos na rua Olinda.

 

Outras obras em andamento

De acordo com a secretária de Obras de Ipatinga, Jessica Mara dos Reis, além das várias intervenções em áreas de risco há outras intervenções importantes em fase de execução. Ela destaca a construção de canaletas em diversas regiões, assim como frentes de pavimentação segundo prioridades identificadas pelo governo.

“No bairro Horto – ela acrescenta –, também estão bastante avançadas as obras de melhoria no sistema de coleta de esgoto, com implantação de interceptores, poços de visita e ligações domiciliares”.

 

Fundos de vale

As Secretarias Municipais de Obras Públicas e Serviços Urbanos e Meio Ambiente – Semop e Sesuma – citam ainda a evolução dos serviços de tratamento de fundo de vale no córrego Vagalume, que significam a despoluição do curso hídrico com a construção de gabiões, rede coletora de esgoto e poços de visita na região das ruas Pirapetinga e Tambaqui, nas Granjas Vagalume.

Ali as obras são custeadas com recursos da Fundação Renova, como compensação por danos provocados pelo acidente ambiental ocorrido em Mariana, em novembro de 2015,  afetando cidades da bacia hidrográfica do rio Doce.

Publicações relacionadas

X