Executivo de Ipatinga sanciona lei que oficializa Dia Municipal do TDAH

 Executivo de Ipatinga sanciona lei que oficializa Dia Municipal do TDAH

(Reprodução/Prefeitura de Ipatinga)

Aconteceu nesta terça-feira (13) a sanção, pelo Executivo de Ipatinga, da lei derivada de projeto de autoria do vereador Ney Professor (PTC), que institui  a data de 13 de julho como o Dia Municipal do Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH).

Os benefícios da Lei n° 4.201/21, já oficializada com publicação no Diário Oficial,  foram divulgados em evento realizado na tarde desta terça, no Parque Ipanema. No galpão central no principal cartão postal da cidade, onde várias lideranças e autoridades do município estiveram presentes, foi realizada uma apresentação do Grupo de Percussão do Centro de Atendimento Multidisciplinar Herbert de Souza (Cenam), integrado exclusivamente por crianças portadoras de TDAH. Essa é uma das várias oficinas oferecidas pelo Cenam para as crianças com o transtorno.

 

Cerimônia marcante

Durante a cerimônia e apresentação, a secretária de Educação de Ipatinga, Patrícia Avelar, representando o prefeito Gustavo Nunes, destacou: “Podemos dizer que estamos diante de uma tarde de grande significado para muitas famílias e a sociedade como um todo, pois a partir da sanção desta lei as crianças e adultos portadores do TDAH passarão a ser vistos com outros olhos. Somos privilegiados por fazer parte de um governo que prima pelas causas humanas, e o mais importante é ver que o Legislativo está caminhando junto conosco. A proposição de um PL que beneficia tanto a educação quanto a saúde é mais uma prova disso”, ressaltou.

O autor do projeto que resultou na lei, vereador Ney Professor, acrescentou: O autor do projeto que resultou na lei, Ney Professor, acrescentou: “O governo e a Câmara caminham em prol da comunidade. E hoje, em especial, temos a marca importante na luta pelos que possuem TDAH”, disse.

(Reprodução/Prefeitura de Ipatinga)

O que é o TDAH?

O TDAH é hoje considerado um transtorno bastante comum em crianças e adolescentes. Cerca de 3 a 5% das crianças vêm manifestando esse transtorno, que é passível de tratamento e permite condições normais de vida para as pessoas diagnosticadas.

Em média,  60% das crianças e adolescentes com TDAH entram na vida adulta com sintomas de desatenção e hiperatividade/impulsividade, porém em menor número. Já os adultos costumam ter dificuldade em organizar e planejar atividades do dia a dia, principalmente determinar o que é mais importante. É bastante comum o estresse ao assumir vários compromissos simultâneos, além da grande dificuldade de lembrar de suas tarefas, o que é extremamente prejudicial ao seu dia a dia pessoal e profissional.

Para que o tratamento do transtorno seja eficaz, ele deve acontecer de modo múltiplo, envolvendo as áreas de psicoterapia e fonoaudiologia, quando houver transtornos de fala ou escrita, combinadas com medicamentos.

Publicações relacionadas

X