Dia do Autista é comemorado com passeata em Ipatinga

 Dia do Autista é comemorado  com passeata em Ipatinga

(Divulgação)

Em comemoração ao Dia do Orgulho Autista, 18 de junho, o Centro de Integração Azul (CIA), associação de pais e amigos dos autistas de Ipatinga, realizou na manhã desta sexta-feira uma passeata no centro da cidade. Os participantes do ato público partiram da praça 1º de Maio, deslocando-se logo depois para uma concentração na praça dos Três Poderes.

O evento teve como objetivo mobilizar famílias de autistas de Ipatinga e região, além da opinião pública, de um modo geral, para conscientizarem-se quanto a relevância da causa.

A secretária de Educação do município, Patrícia Avelar, que também participou da ação, destacou: “A Administração de Ipatinga está comprometida com a implantação de políticas públicas que reforcem a causa do autismo, garantindo direitos e estrutura a essas crianças”, salientou.

 

O que é

O transtorno de autismo afeta o sistema nervoso. O alcance e a gravidade dos sintomas podem variar amplamente. Os sintomas mais comuns incluem dificuldade de comunicação, dificuldade com interações sociais, interesses obsessivos e comportamentos repetitivos.

O reconhecimento precoce, assim como as terapias comportamentais, educacionais e familiares podem reduzir os sintomas, além de oferecer um pilar de apoio ao desenvolvimento e à aprendizagem.

 

Lei Municipal

A assistência socioeducacional aos portadores do Transtorno do Espectro Autista (TEA) é defendida pelo governo municipal de forma bastante objetiva. Recentemente, o Executivo sancionou a Lei nº 4.138/2021, originária de projeto apresentado na Câmara, que dá suporte para que projetos e ações sejam implantados no município.

A causa vem sendo acompanhada de perto pelo prefeito Gustavo Nunes, que já visitou por duas vezes a Clínica Escola do Autista, no município de Itaboraí, Rio de Janeiro, uma referência nacional. Na oportunidade o chefe do Executivo pode conhecer mais sobre a estrutura, e aprofundar conhecimentos acerca das técnicas utilizadas pela instituição. O objetivo é uma possível implantação do mesmo modelo em Ipatinga.

Segundo o prefeito, a defesa da causa do autista é algo de grande importância para a cidade. “Temos número representativo de pessoas afetadas pelo transtorno do autismo, o que evidencia a necessidade de a rede pública prestar uma assistência especializada às famílias”, pontua Gustavo Nunes.

Publicações relacionadas

X