Para Nardyello, pacientes de Fabriciano e Timóteo estão travando flexibilizações em Ipatinga

 Para Nardyello, pacientes de Fabriciano e Timóteo estão travando flexibilizações em Ipatinga

No dia em que o prefeito de Ipatinga, Nardyello Rocha, anunciou o avanço da flexibilização do comércio para a próxima semana, o Executivo aproveitou a oportunidade para fazer críticas à distribuição dos leitos de UTI na região. A cidade é a que tem mais internados pela Covid-19.

Segundo Nardyello, o município está responsabilizado não apenas por cuidar dos doentes de sua microrregião, mas também pelos enfermos oriundos da microrregião de Coronel Fabriciano. Assim, segundo ele, Ipatinga fica com o seu sistema de saúde sobrecarregado, inviabilizando maiores flexibilizações de segmentos estagnados a exemplo dos bares, restaurantes e também do Parque Ipanema, ponto turístico da cidade.

“Vou passar números de ontem (12). Ontem nós tínhamos 20 pacientes de fora da micro de Ipatinga nos leitos SUS de Ipatinga. Estou falando da micro de Fabriciano e Timóteo. Só de Coronel Fabriciano e Timóteo aqui nós tínhamos 15. Nos leitos SUS de Ipatinga. Se hoje os leitos SUS de Ipatinga tivessem ocupados só por ipatinguenses nós teríamos apenas 38% de taxa de ocupação. Se tivessem apenas da nossa micro seria 62%. Por isso se Ipatinga aderir ao Minas Consciente hoje nós estamos na Onda Vermelha e aí teríamos que fechar o comércio de Ipatinga, porque lá só pode funcionar o essencial”, explica.

Ipatinga diz ‘Não’ ao programa Minas Consciente

Em entrevista coletiva realizada na tarde desta quinta (13), na sede da prefeitura de Ipatinga, o prefeito Nardyello Rocha anunciou que o município não vai aderir ao programa Minas Consciente. Após reunião com o Comitê Gestor de Crise, o chefe do executivo disse também que o comércio de Ipatinga vai voltar a funcionar de segunda a sexta, a partir da próxima semana, de 8h às 18h. “Seria um retrocesso aderir ao Minas Consciente. O comerciante já pagou um preço muito alto”, disse.

Publicações relacionadas

X