Colégio de Ipatinga tem maior média do Brasil na redação do Enem 2019

 Colégio de Ipatinga tem maior média do Brasil na redação do Enem 2019

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) divulgou, nesta semana, os resultados do Enem 2019 por escolas. No ranking das melhores instituições do Brasil, uma escola de Ipatinga destacou-se. O Colégio Fibonacci aparece em primeiro lugar no país em redação, com a média de 938,95. Além disso, a escola ocupa o 8º lugar no Brasil e o 4º lugar em Minas Gerais, considerando as notas das provas objetivas entre as escolas de todos os portes. Quando se computa também a nota de redação, o colégio sobe para 4º lugar no Brasil e 2º em Minas Gerais.

O coordenador pedagógico do Colégio, André Castro, afirma que o resultado é recebido com alegria, mas sem surpresas. Isso porque a escola figura, desde o início das suas atividades, em 2011, entre as dez melhores do Brasil no Enem. “Estamos falando de uma realidade, segundo o último censo do MEC, 15 mil escolas, em que mais de 50% dos alunos se interessam em fazer o Enem e aparecem nos rankings da imprensa. Nesse universo, há dez anos figuramos entre as primeiras escolas do Brasil, por isso, o resultado é esperado, mas sempre acompanhado do sentimento de alegria e com o reconhecimento do trabalho que envolve uma comunidade, construído dentro de casa, com a família, e na extensão do projeto educacional, que é a escola”.

André explica que o desempenho acadêmico começa com a família do aluno, o ambiente de estudo em casa e suas experiências individuais. Posteriormente, passa pelo ambiente escolar, com equipe de professores, coordenação e demais colaboradores da escola. “Todos esses fatores foram alterados ao longo dos anos no Fibonacci, de 2011 até hoje, mas nossos resultados nunca mudaram. Os alunos mudaram, houve alteração na equipe de professores, alguns colaboradores saíram e novos entraram, até o tamanho da escola mudou e, ainda assim, sempre estivemos entre as dez melhores do Brasil, desde o início das atividades. O que permaneceu foi o projeto pedagógico, a nossa forma de trabalhar, nossa forma de entender a educação e entender a maneira de ajudar os alunos em suas especificidades. Isso que fazemos há dez anos e nos traz esses excelentes resultados”.

Os bons resultados, esse ano, vieram com um acréscimo: a maior média em redação do Brasil no ENEM por escola. A professora e coordenadora de Redação Denise Leal conta que o ótimo resultado é a junção de vários fatores, principalmente um trabalho individual com cada aluno. “Mudamos a nossa forma de ensinar redação, alteramos a equipe de professores, aumentamos a carga horaria da monitoria, em que se pode atender o aluno em suas necessidades individuais. Assim, apesar de as mudanças que aconteceram no Enem a partir de 2013, que fizeram com que as notas de redação ficassem mais baixas, o Fibonacci continuou aumentando a sua nota. Justamente em função dessas melhorias e do acompanhamento que fizemos não somente com as notas individuais de cada aluno, mas com o coletivo, que é a turma de terceiro ano, o resultado não foi visto com surpresa, já que tínhamos ciência do alto desempenho dos alunos”.

O Fibonacci possui duas unidades em Minas Gerais: uma em Ipatinga, no bairro Cariru, e uma em Timóteo, no bairro Funcionários.

Publicações relacionadas

X