“Enfrentaremos uma pandemia econômica sem precedentes”, diz presidente da Aciapi

 “Enfrentaremos uma pandemia econômica sem precedentes”, diz presidente da Aciapi

Os estabelecimentos comerciais dos setores atacadista e varejista em Ipatinga permanecem fechados por tempo indeterminado. A decisão foi tomada nessa segunda-feira (30) em uma reunião do Comitê Gestor da Crise do novo coronavírus no município. Essa escolha desagrada representantes do comércio e da indústria, que temem que a medida cause uma “pandemia econômica” sem precedentes na cadeia produtiva da cidade.

A decisão do Comitê segue a orientação do decreto do governador do estado, Romeu Zema (Novo), que pede para que as prefeituras das cidades mineiras mantenham os estabelecimentos comerciais não essenciais de portas fechadas, a fim de garantir o isolamento social.

Leia mais: O comércio em Ipatinga está fechado desde o sábado, dia 21, devido a um decreto da Prefeitura de Ipatinga. 

O Comitê Gestor da Crise é formado por autoridades políticas, militares, da saúde e do comércio da cidade. Dentre os membros desse comitê, está o presidente da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Prestação de Serviços de Ipatinga (Aciapi), Cláudio Zambaldi, que representa os comerciantes associados do município. Ele é um dos membros que se posicionou veementemente contra a manutenção do comércio fechado.

De acordo com ele, a Aciapi irá buscar ajuda nas Federações de Comércio de Minas Gerais, especialmente na Federaminas, a fim de que elas possam interceder junto ao governador Zema para que, pelo menos, flexibilize o decreto e deixe trabalhar quem assim desejar.

A equipe do Portal MaisVip conversou com exclusividade com o presidente da Aciapi, Cláudio Zambaldi, sobre a situação do comércio em Ipatinga. Confira:

 

Publicações relacionadas

X