Aciapi-CDL pede maior policiamento para proteger os comércios fechados

 Aciapi-CDL pede maior policiamento para proteger os comércios fechados

A Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Prestação de Serviços de Ipatinga (Aciapi) e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Ipatinga solicitou, nesta segunda-feira (23), que a Polícia Militar dobre o policiamentos aos comércios fechados.

Os comércios não essenciais da cidade estão fechados desde o último sábado (21), devido a um decreto da prefeitura do município. Segundo a prefeitura, essa medida tem como objetivo evitar a transmissão comunitária do novo coronavírus na região.

De acordo com a Aciapi-CDL, foi encaminhado um ofício aos comandantes da Polícia Militar solicitando uma maior proteção em relação aos estabelecimentos comerciais da cidade.

“Essa é uma forma de evitar mais prejuízos e de tranquilizar a classe empresarial, que sofrerá um enorme impacto financeiro com o necessário fechamento dos estabelecimentos comerciais, devido ao novo coronavírus. Estamos fazendo a nossa parte, mas precisamos, mais uma vez, do apoio da PM para enfrentar esse desafio”, afirmou o presidente da Aciapi, Cláudio Zambaldi.

O presidente da CDL de Ipatinga, Amaury Gonçalves, afirmou que as entidades têm certeza de que a Polícia Militar já tem um plano para esta atuação, porém, é necessário reforçar o pedido, uma vez que o momento é extremamente delicado.

“Nossos associados comerciantes estão em quarentena e muito apreensivos dentro de suas casas. Não podemos ficar à mercê de criminosos, que eventualmente venham invadir nosso patrimônio e causar mais prejuízos financeiros”, pontuou. 

Os comerciantes deverão manter as portas fechadas pelo menos até o próximo dia 30. Nesta quinta-feira (26), será discutida a ampliação desse prazo.

 

Publicações relacionadas

X