Fabriciano avança na imunização contra Covid-19 e desacelera ritmo da pandemia

 Fabriciano avança na imunização contra Covid-19 e desacelera ritmo da pandemia

Em Fabriciano, a cada 10 vacinados, 8 já tomaram a 2ª dose contra Covid 19 (Divulgação/PMCF)

Há três semanas, município não registro óbitos pela doença; Mais de 83% da população vacinada com a 1ª dose, já recebeu também a 2ª dose do imunizante

A Prefeitura de Coronel Fabriciano, por meio da Secretaria de Governança da Saúde, informa que o município completou nesta quarta-feira, 29 de setembro, três semanas sem registro de óbitos por Covid-19. A última morte com diagnóstico confirmado da doença foi em 7 de setembro. Pelos dados da Secretaria de Governança da Saúde, o município registrou 219 óbitos por Covid-19 em 2021.

As internações por Covid-19 no Hospital Dr. José Maria Morais também estão em queda. A ala exclusiva da doença sofreu uma redução de 98% no número de pacientes tanto no setor de UTI quanto de suporte ventilatório. Segundo dados do último boletim divulgado nesta quinta-feira, 30/9, dois pacientes – um residente em Fabriciano e outro, de cidade vizinha – seguiam internados no Hospital Dr. José Maria Morais em leitos de suporte ventilatório.

Pela primeira vez, a taxa de ocupação de leitos de UTI foi de 0% – ou seja, todos os 30 leitos disponíveis para atender casos mais graves estavam vazios. O hospital dispõe de 30 leitos de UTI covid e 35 para suporte ventilatório.

A queda no número de óbitos e internações reflete, segundo o Secretário da Saúde, Ricardo Cacau, a assertividade da campanha de imunização adotada na cidade. Desde o seu início, em março deste ano, a preocupação sempre foi garantir a aplicação da 1ª e 2ª doses (ou dose única) para o público-alvo, possibilitando a imunização completa ao maior número de pessoas possível. Atualmente, 83% dos imunizados já completaram o esquema vacinal na cidade. São 66.198 vacinados com a 1ª dose e 54.948 com as duas doses. Na cidade, foram 367 recusas à vacina.

“Preocupamos em avançar com planejamento, porque sabemos que somente a imunização com as duas doses garante uma maior proteção ao indivíduo. Essa proteção contra o vírus reflete agora em todos os dados, consultas, internações e óbitos. Tudo foi reduzido, o que muito nos alegra”, disse Ricardo Cacau.

 

NÚMEROS EM QUEDA

O ritmo da pandemia na cidade vem desacelerando há cerca de dois meses conforme os boletins divulgados diariamente. O número de casos positivos está atualmente em 7.810 casos. Nesta quinta-feira, 30/9, apenas 17 pacientes cumpriam isolamento domiciliar.

O Centro Covid, unidade de atendimento a pessoas com suspeita da doença, mantém os serviços à população. No entanto, os resultados para Covid-19 já superam os de casos positivos nos exames e testes para doença. De maio a setembro a queda no número de registros foi de 80%.

 

Maio – 210

Junho – 192

Julho – 229

Agosto – 112

Setembro – 42

Total: 785 casos positivos

Lembrando que esses valores podem sofrer alterações visto que a unidade recebe resultados diariamente e, alguns, com atraso.

 

VACINAÇÃO

Nesta semana, o município iniciou a vacinação dos idosos com a 3ª dose do imunizante da Pfizer. Pessoas com idade acima de 70 anos, que receberam a 2ª dose há seis meses, estão sendo chamadas às Unidades Básicas de Saúde para receber a dose de reforço. Os adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidades também estão sendo vacinados.

Publicações relacionadas

X