Prefeitura de Fabriciano capacita servidores e se prepara para implantar novo e-Social

 Prefeitura de Fabriciano capacita servidores e se prepara para implantar novo e-Social

(Divulgação/PMCF)

A Prefeitura de Coronel Fabriciano, por meio da Secretaria de Governança de Gestão e Transparência e em parceria com a Escola de Governo, já se prepara para a implantação do e-Social, novo sistema de emissão e controle de dados trabalhistas que é válido tanto para empresas privadas quanto públicas. O e-Social vai substituir e unificar em um só sistema SEFIP; RAIS; CAGED; DIRF.

O primeiro passo da Prefeitura foi investir no treinamento dos servidores municipais cujas suas rotinas estejam relacionadas com a gestão de pessoal. Pelo menos 60 servidores passam pela capacitação sobre “e-Social na Administração Pública – Simplificação do e-Social (Versão S-1.0)”. O treinamento acontece nesta terça e quarta-feira, 28 e 29 de setembro, no auditório Maria Angélica, no Paço Municipal. A iniciativa também conta com o apoio da Associação Mineira de Municípios (AMM).

Os objetivos do curso são capacitar os servidores sobre o e-Social, preparar a Administração Municipal para o novo sistema e esclarecer eventuais pontos como as exigências e atualizações a que estão sujeitas tanto empresas privadas, quanto órgãos públicos. O treinamento é ministrado pela professora Andréa Lacerda, graduada em Ciências Contábeis e pós-graduada em Auditoria Externa, que possui ampla experiência na área.

 

O QUE MUDA COM O e-SOCIAL

O e-Social é o novo Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas elaborado pelo Governo Federal. Por meio desse sistema, órgãos públicos e empresas terão de enviar periodicamente, em meio digital, informações relativas aos trabalhadores para a plataforma do e-Social.

Todos esses dados já são registrados, em algum meio, como papel e outras plataformas online. Porém, com o novo sistema, a comunicação de informações relativas aos empregados acontecerá de forma unificada e em tempo real. De acordo com o novo calendário do governo Federal (Portaria nº71/2021) os órgãos públicos têm até julho de 2022 para concluir a migração e passar a enviar as informações pelo e-Social.

O secretário de Governança de Controle, Gestão e Transparência, José Márcio Pereira explica a decisão do município em se antecipar à obrigatoriedade de implantação do novo sistema. “O aprimoramento e instrução são diretrizes da Gestão Novos Tempos, por entender que os servidores são a pedra angular, o alicerce e o bem permanente da Administração Pública. Esta capacitação está muito além de apenas treinar os servidores no uso desta ferramenta. A implantação do E-social imporá aos gestores públicos a adoção de uma nova cultura e rotina e hábitos na rotina de pessoal”, conclui.

Publicações relacionadas

X