DIREITO DE RESPOSTA: ‘Unir para Servir’ responde declarações do prefeito Dr. Marcos Vinícius

 DIREITO DE RESPOSTA: ‘Unir para Servir’ responde declarações do prefeito Dr. Marcos Vinícius

Em virtude do artigo 3º, da Lei n° 13.188 de 11 de novembro de 2015, o Portal MaisVip recebeu os representantes do grupo político ‘Unir Para Servir’, na manhã desta quarta-feira (17), para o exercício do direito de resposta a declarações feitas pelo prefeito de Coronel Fabriciano, Dr. Marcos Viníciuis, no programa MaisVip Ao Vivo do dia 21 de maio.

Na oportunidade, quando indagado sobre o pleito municipal deste ano, o chefe do Executivo declarou que os pré-candidatos à prefeitura de Fabriciano estariam interessados em se aproveitar do legado deixado pela dele. Ele disse, à época, que fez hospital, reforçou as UPA’s e reestruturou a máquina pública que estava sucateada pelos governos anteriores.

“Eu arrumei a casa. Quando cheguei lá não tinha hospital, não tinha nada. Todos os prédios alugados, não tinha nem carro pra andar, computador para usar. Fui lá, abri hospital, UPA, coloquei mais de cem médicos, estou construindo dois centros administrativos, estou com todas as contas organizadas e elevei a arrecadação de Fabriciano. Agora está fácil”, garantiu Marcos Vinícius.

Diante da declaração polêmica, a frente política formada pelos partidos REDE SUSTENTABILIDADE, SOLIDARIEDADE, PTB, PDT, PPS, PL, Cidadania e MDB enviou dois de seus pré-candidatos para conversar com a nossa reportagem: o advogado Joaquim Xavier de Souza, pré-candidato à prefeitura de Coronel Fabriciano pelo partido Rede Sustentabilidade, e o vice prefeito do município, Gregório da Retifica, do PTB, que também é um pré-candidato à administração da cidade no pleito de 2020.

Joaquim Xavier de Souza, em nome do grupo político, se defende da declaração do prefeito sobre um suposto financiamento da oposição para atacá-lo durante o período da campanha.

Gregório da Retifica, com exclusividade para o Portal MaisVip, afirma que Dr. Marcos Vinícius errou ao atrair apenas para si a responsabilidade pelas conquistas da administração durante a gestão, iniciada em 2017.

Publicações relacionadas

X