Fabriciano alcança 100% de cura em casos confirmados de Covid-19

 Fabriciano alcança 100% de cura em casos confirmados de Covid-19

A Prefeitura de Coronel Fabriciano, informa por meio do boletim epidemiológico desta quarta-feira, 29, que todos os pacientes da cidade que contraíram coronavírus, e tiveram a doença confirmada por meio de exames, estão curados. Todos cumpriram o isolamento domiciliar e já retomaram suas rotinas.

Formada por profissionais da secretaria de saúde, unidades básicas de saúde e do hospital Dr. José Maria Morais, a comissão liderada pela médica infectologista Carmelinda Lobato, buscou informações sobre o vírus e realizou uma série de capacitações de servidores da área, se preparando para a pandemia que ainda estava por vir.

Uma importante medida foi a instalação de uma unidade referência coronavírus, na rua Alberto Scharlet, 135. Profissionais capacitados e equipados começaram a atender os casos sob-hipótese, fornecendo informações para o rastreio das notificações, dando suporte aos pacientes e às famílias no cumprimento ao isolamento domiciliar, mesmo sem a comprovação do diagnóstico, mas seguindo os protocolos corretos.

“Hora nenhuma nós subestimamos a doença que é virulenta e letal quando não são adotadas as medidas corretas. A gente sabia do ocorrido do outro lado do mundo e não podia vacilar. Hoje estamos satisfeitos com os resultados e a nossa curva está sob controle. Vamos manter o foco e trabalhar com responsabilidade”, disse o prefeito Dr. Marcos Vinicius.

Além do rastreio e acompanhamento eficazes dos casos suspeitos, o município investiu na separação de leitos e na preparação da unidade hospitalar como forma preventiva. O espaço para abertura de mais 59 leitos foi disponibilizado ao Estado para qualquer emergência e devem ser equipados em breve conforme promessa do governador Romeu Zema em encontro com o prefeito.

Casos negativos para Covid-19

Coronel Fabriciano também tem investido na elucidação dos casos, atingindo atualmente 68.76% de descarte nas notificações. São 339 casos descartados dos 493 notificados. “Estes números nos dão confiança para continuar nas medidas de flexibilização dentro da segurança necessária para controlar a doença e não deixar nossa economia morrer”, concluiu Dr. Marcos.

 

Publicações relacionadas

X