Dep. Estadual Celinho comenta sobre a duplicação da BR-381 e a volta do Aeroporto do Vale do Aço no MaisCast; Confira detalhes

 Dep. Estadual Celinho comenta sobre a duplicação da BR-381 e a volta do Aeroporto do Vale do Aço no MaisCast; Confira detalhes

(Reprodução/YouTube MaisVip)

Na tarde de segunda-feira o Deputado Estadual Celinho do Sintrocel participou do podcast realizado pela Revista MaisVip, o MaisCast. Uma conversa esclarecedora entre o Deputado e os apresentadores Bárbara Fernandes e Leonardo Saavedra que com toda irreverência conduziram o bate-papo.

Com o intuito de apresentar seus projetos realizados, o Deputado Celinho propõe a apresentação de suas pautas em benefício da população do Vale do Aço como uma forma de prestação de serviço de informação.

Nesta matéria iremos destacar algumas partes importantes do bate-papo realizado com o representante de Minas Gerais e em especial do Vale do Aço em âmbito Federal da política brasileira.

Concessão da BR 381

As obras de duplicação da BR-381 entre Belo Horizonte e Governador Valadares, na região do Rio Doce – trecho que ficou conhecido como Rodovia da Morte, é uma luta constantemente relembrada pelo Deputado Celinho que busca tirar do papel anos de perigos já registrados em uma importante rodovia. Essa semana o processo de concessão das BRs 381 e 262 se adiantaram com a aprovação do edital pelo Tribunal de Contas da União (TCU) que contou com a participação do parlamentar do Vale do Aço.

“Eu uso a BR-381 e fico tenso por ela ter o traçado muito criminoso. Agora com essa duplicação da 381 com a 262 eu espero que a gente tenha tudo de bom” esperançoso, Celinho espera que a duplicação beneficie e traga segurança aos mineiros.

Retorno do aeroporto do Vale do Aço

O retorno estava previsto para o início do mês de maio, mas com as obras no Aeroporto Regional do Vale do Aço, em Santana do Paraíso atrasadas, não será possível. Mesmo assim, o Deputado Celinho não desanima da entrega da obra, que tende a ser concluída entre o fim de agosto e início de setembro e não deixa de destacar os benefícios do retorno do terminal aeroviário na região. 

“Se precisa de tudo, o aeroporto fechado tem trazido prejuízo para as nossas empresas e no desenvolvimento econômico, os investidores precisam vir à região e vocês acham que eles vão vir de carro? Não vai, então estamos perdendo investimentos.”

Além dessas pautas citadas, Celinho também citou as obras da MG-760, a luta pelo piso salarial da enfermagem e a questão do SAMU no vetor norte da RMBH.

Assista o Podcast completo:

Publicações relacionadas

X