Ipatinga começa a vacinar crianças imunocomprometidas na faixa etária de quatro anos

 Ipatinga começa a vacinar crianças imunocomprometidas na faixa etária de quatro anos

Imagem: PMI

Na sequência, serão atendidas as crianças de três
anos de idade. Condições precisam ser
comprovadas por meio de laudo ou relatório médico.

Em mais uma etapa da campanha de vacinação contra a Covid-19, a Secretaria de Saúde de Ipatinga anuncia que será iniciada nesta sexta-feira (22), em todas as UBS’s do município, a aplicação do imunizante CoronaVac para um novo grupo do público infantil. Começam a ser atendidas crianças classificadas como imunocomprometidas, na faixa etária de quatro anos. Na sequência, serão vacinadas as crianças de três anos com o mesmo quadro. A SMS segue orientações do Ministério da Saúde e da Secretaria Estadual de Saúde.

São considerados os seguintes critérios para a aplicação da vacina contra a Covid-19 em crianças imunocomprometidas: Imunodeficiência primária grave; Quimioterapia para câncer; Transplantados de órgão sólido ou de células-tronco hematopoiéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressoras; Pessoas vivendo com HIV/Aids; Uso de corticóides em doses maiores de 20 mg/dia de prednisona ou equivalente, por mais de 14 dias; Uso de drogas modificadoras da resposta imune; Pacientes em hemodiálise; Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas (reumatológicas, auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias).

As condições precisam ser comprovadas por meio de laudo ou relatório médico. Para receber a vacina, é preciso apresentar documento de identidade do pai, mãe ou responsável legal e da criança. Os pais ou responsáveis legais devem estar presentes no momento ou a pessoa que estiver acompanhando a criança durante a vacinação deve apresentar autorização. Além disso, é preciso ter comprovante da condição de saúde, por meio de atestado médico, nota de alta hospitalar ou receita de medicação.

Evolução gradual

Para operacionalização da vacinação das crianças, de acordo com a disponibilidade de doses em estoque nos municípios, estados Distrito Federal, a recomendação é que a vacina CoronaVac seja destinada inicialmente somente para crianças entre três e quatro anos de idade. A vacinação deve ocorrer de forma gradual para todas as crianças imunocomprometidas de três e quatro anos de idade, seguida pelas faixas etárias de quatro e depois três anos de
idade.

Neste momento, as crianças a partir de cinco anos de idade deverão ser vacinadas com a vacina Pfizer, nos esquemas já recomendados. Segurança e eficácia.

Conforme já informou a médica infectologista Carmelinda Lobato, responsável técnica pelo Departamento de Infectologia do município, “a vacina pediátrica é segura, eficaz e necessária”. Para ela, quanto mais pessoas se vacinarem, maior a probabilidade de enfraquecimento do vírus. “A Covid continua circulando. Precisamos que os responsáveis levem seus filhos às Unidades para receber a vacina e evitar a proliferação do vírus, pois todos estão suscetíveis à infecção”, advertiu, esclarecendo ainda que em Ipatinga não houve nenhuma notificação de reação adversa grave em decorrência da vacina pediátrica.

O município de Ipatinga também continua oferecendo ao público adulto, nas Unidades Básicas de Saúde, doses de reforço. Todos aqueles que foram atendidos com a 2ª dose há pelo menos quatro meses devem procurar um posto de vacinação para aumentar sua proteção contra o vírus.

 

Para mais notícias clique aqui e também nos siga nas redes sociais @maisvipoficial

Publicações relacionadas

X