FSFX se destaca em prêmio CORE Federassantas

 FSFX se destaca em prêmio CORE Federassantas

(Reprodução/ FSFX)

A Fundação São Francisco Xavier comemora mais uma grande conquista
neste ano. A Instituição, que administra cinco hospitais, sendo quatro em Minas
Gerais e um em Cubatão na Baixada Santista, teve um de seus projetos
selecionado para apresentação no evento de premiação ao Prêmio CORE
Federassantas 2021. A entidade ficou em segundo lugar com o
desenvolvimento de uma ferramenta para acompanhamento da situação
vacinal dos colaboradores e plataforma para coleta de dados de pesquisa na
categoria “Melhoria de processos/sustentabilidade econômico-financeira”.
O evento de premiação, realizado no último dia 9, foi promovido pela
Federação das Santas Casas e Hospitais de Belo Horizonte.
A premiação CORE/Federassantas tem como finalidade reconhecer boas
práticas que efetivamente contribuem para a melhoria da gestão e da qualidade
assistencial dos serviços prestados. Dentre os trabalhos enviados a Fundação
encaminhou um total de nove projetos. Representando a Fundação São
Francisco Xavier, esteve presente no evento, a enfermeira do setor de Ensino e
Pesquisa, Alessandra Borges, participante do desenvolvimento e execução do
projeto da pesquisa da vacina.
O projeto é um sistema web desenvolvido para uma dupla função: registrar e
acompanhar a situação vacinal dos colaboradores de todas as unidades
hospitalares da Fundação São Francisco Xavier e ser plataforma eletrônica
para coleta de dados por meio do preenchimento de questionários eletrônicos
de pesquisa. Esses questionários, são aplicados àqueles colaboradores que
aceitaram participar da pesquisa, na qual vem sendo desenvolvida pela
Instituição, tendo como um de seus objetivos acompanhar os níveis de
anticorpos, possíveis reações adversas e possíveis casos de internação após
vacinação contra o novo coronavírus.
“Estamos muito satisfeitos com o reconhecimento de uma instituição como a
Federassantas. Demonstra a resiliência e capacidade de resposta do Hospital
Márcio Cunha e da Fundação São Francisco Xavier. Isso porque, mesmo em
um contexto de pandemia, a instituição foi capaz de desenvolver uma
ferramenta capaz de trazer informações importantes quanto a status vacinal
dos colaboradores, além de agilizar a coleta de dados daqueles que
concordaram em participar da pesquisa”, comenta Dr. Milton Henriques
Guimarães Júnior, coordenador de Ensino e Pesquisa da Fundação São
Francisco Xavier.
Segundo Alessandra Borges a plataforma web – desenvolvida em um esforço
conjunto com as áreas de tecnologia da informação, medicina ocupacional e
ensino e pesquisa – foi fundamental para agilizar o processo de coleta de dados
da pesquisa, além de tornar desnecessária a impressão de milhares de fichas
de coleta. “O sistema proporcionou o acompanhamento em tempo real do
status vacinal dos colaboradores; forneceu informações importantes para
tomadas de decisões mais assertivas e ágeis; tornou-se possível uma coleta de

Classificação da informação: Restrita
Grupo de Acesso: Destinatários deste e-mail

dados eficiente, ágil e sistematizada e sem uso de papel, o que resultou em
redução de tempo e custos, melhoria e simplificação dos processos.”

Publicações relacionadas

X