Bolsonaro pede e PL retira ação contra Lollapalooza no TSE

 Bolsonaro pede e PL retira ação contra Lollapalooza no TSE

Imagem: Reprodução/Redes Sociais

O Partido Liberal (PL) removeu a ação contra o evento de música Lollapalooza no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta segunda (28). A desistência já foi protocolada na Corte e atende a um pedido direto de Jair Bolsonaro (PL).

“O Partido Liberal – 22, já qualificado nos autos vem, respeitosamente, requerer a desistência da ação com consequente arquivamento do feito”, diz a peça protocolada nesta segunda-feira (28), no TSE.

Os aliados dizem que o atual presidente não foi consultado sobre a medida jurídica, e revoltado com a reação negativa nas redes sociais e até dentro do TSE, pediu para que a ação fosse retirada. O PL acionou o TSE após a cantora Pabllo Vittar fazer manifestações políticas durante o show, levantando uma bandeira com a imagem do ex-presidente Lula. De acordo com o partido, o ato configura campanha eleitoral antecipada e, por isso, foi ilegal. No domingo, o ministro Raul Araújo, da Corte Eleitoral, acolheu o pedido e proibiu mais manifestações sobre o assunto.

A liminar repercutiu mal dentro do TSE e nas redes sociais. As autoridades viram a restrição como descabida à liberdade de expressão e criticaram Raul Araújo pela decisão monocrática. A organizadora do festival pediu reconsideração do despacho, que ainda precisaria ser referendado em plenário. O PT também acionou o TSE contra a medida.

 

Para mais notícias clique aqui. Nos siga nas redes sociais! @maisvipoficial

 

Com informações do Jornal Estadão

Publicações relacionadas

X