Partido de Bolsonaro erra CNPJ e TSE quase não encontra Lollapalooza

 Partido de Bolsonaro erra CNPJ e TSE quase não encontra Lollapalooza

Pabllo Vittar levanta imagem do Lula no show. Imagem: Reprodução/Multishow.

O Partido Liberal (PL), ao qual Jair Bolsonaro é afiliado, errou os dados na instância que fez ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que alegou que alguns artistas fizeram campanha eleitoral antecipada.

Fachada do edifício sede do STF. Imagem: Divulgação TSE.

De acordo com o órgão, a empresa organizadora do evento deveria pagar uma quantia equivalente a 50 mil reais caso houvesse citações sobre assuntos políticos. Entretanto, no final da tarde desse domingo (27), foi verificado que o partido na qual o atual presidente se filiou recentemente, errou o e-mail e o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), impossibilitando a proibição.

No pedido, o partido colocou a empresa Lollapalooza Brasil Serviços de Internet LTDA e Latin Investment Solutions Participacoes LTDA, administradora da primeira empresa citada. As duas são empresas já encerradas, com endereços e e-mails antigos.

Partido de Bolsonaro colocou CNPJs errados no documento de intimação. Imagem: Folha de São Paulo.

Só quando tentou intimar a empresa responsável pelo evento que o TSE percebeu que não se tratava dos dados corretos. O grupo correto, a Tickets For Fun (T4F), acabou sendo avisado no local do evento, na Zona Sul de São Paulo.

Com o equívoco e com o encerramento do evento nesse final de semana, a ordem não terá efeito prático, já que as decisões só são válidas a partir da citação das partes.

 

 

Para mais notícias clique aqui. Nos siga nas redes sociais! @maisvipoficial

Publicações relacionadas

X