Deputado cita conquista olímpica de Rayssa Leal e defende trabalho infantil

 Deputado cita conquista olímpica de Rayssa Leal e defende trabalho infantil

A skatista brasileira Rayssa Leal conquistou uma medalha olímpica de prata na modalidade de skate street e tornou-se a mais jovem atleta brasileira a subir ao pódio (Reprodução/Instagram)

Com medalha no skate street, ela tornou-se a atleta do Brasil mais jovem a subir no pódio dos Jogos

O deputado federal Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) deu, na madrugada desta 2ª feira (26.jul.2021) parabéns à Rayssa Leal, conhecida como a “Fadinha do skate”, pela conquista da medalha de prata olímpica em TóquioAos 13 anos, ela fez história ao se tornar a atleta brasileira mais jovem a subir em um pódio olímpico –tanto em categorias femininas como masculinas.

O deputado, no entanto, aproveitou a conquista da atleta para defender o trabalho infantil e a mudança no Eca (Estatuto da Criança e do Adolescente).

“As crianças brasileiras de 13 anos não podem trabalhar, mas a skatista Rayssa Leal ganhou a medalha de prata na Olimpíadas… Ué! É pra pensar… Parabéns a nossa medalhista olímpica! E revisão do Estatuto da Criança e Adolescente já!”, disse Sóstenes Cavalcante mais cedo no Twitter.

Horas depois, o congressista, que será o presidente da bancada evangélica na Câmara a partir de 2021, citou o artigo 60 do Eca, que determina a proibição de “qualquer trabalho a menores de 14 anos de idade”.

“Eu defendo a revisão deste artigo no Estatuto da Criança e Adolescente, se atentem para a palavra qualquer no texto da lei”, disse.

Fonte: Poder360

Publicações relacionadas

X