Alê Silva denuncia ameaça de morte feita pelo ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio

 Alê Silva denuncia ameaça de morte feita pelo ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio

Em matéria publicada neste sábado (13) na versão on line do jornal Folha de São Paulo, a deputada federal Alê Silva (PSL-MG) afirma que foi ameaçada de morte pelo ministro do Turimo e ex-presidente do PSL, Marcelo Álvaro Antônio. Segundo ela, o fato teria ocorrido durante uma reunião no mês de março em Belo Horizonte. Alê também confirmou a existência do chamado “laranjal do PSL”, um esquema de candidaturas fantasmas nas Eleições 2018 e que seria encabeçado pelo ministro.

Essa foi a primeira vez que algum político eleito denunciou o esquema. A deputada prestou depoimento na quarta-feira (10) à Polícia Federal e pediu proteção policial, já que teme represálias dentro e fora de seu partido, o mesmo do presidente Jair Bolsonaro.

Laranjal do PSL

Em fevereiro, a Polícia Federal abriu um inquérito para investigar suspeitas de candidaturas laranjas do PSL em Minas Gerais. As suspeitas envolvem o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, que era presidente do diretório do PSL em Minas Gerais.

Segundo reportagem publicada pelo jornal Folha de S. Paulo em 4 de fevereiro, o ministro teria patrocinado um esquema de laranjas no Estado que direcionou verbas públicas de campanha eleitoral para empresas ligadas ao seu gabinete na Câmara.

Repercussão

A notícia da Folha já causou reboliços na política brasileira. A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) defendeu a deputada federal Alê Silva. Janaina usou o Twitter para dizer que telefonou para a colega de partido e que, segundo ela, “não para de chorar”. A deputada também pediu ao presidente Jair Bolsonaro para que demita o ministro.

O Planalto ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Publicações relacionadas

X