Nova Zelândia anuncia plano para banir consumo de cigarro entre jovens

 Nova Zelândia anuncia plano para banir consumo de cigarro entre jovens

(Reprodução/ Metrópoles)

O pacote de medidas deve tornar o país um dos mais rígidos do mundo contra a indústria do tabaco

O governo da Nova Zelândia planeja implementar uma série de medidas contra o tabagismo para reduzir significativamente o número de fumantes no país.

As restrições foram anunciadas pela ministra da Saúde Ayesha Verrall, nesta quinta-feira (9/12), e tem como objetivo criar uma geração sem fumantes até 2027. As regras farão do país um dos mais rígidos do mundo em relação à indústria do tabaco.

“Queremos ter certeza de que os jovens nunca comecem a fumar, então vamos considerar um crime vender ou fornecer produtos de tabaco fumado para novos grupos de jovens”, afirmou Verrall.

Anteriormente, o governo havia estabelecido como meta ter menos de 5% da população fumando diariamente até 2025. No entanto, dados do país mostram que 11,6% de todos os neozelandeses com mais de 15 anos fumam. Entre os maoris, os povos indígenas do país, a taxa sobe para 29%.

Restrições em etapas

A proposta é que as restrições sejam implementadas em etapas a partir de 2024. Inicialmente, está prevista uma redução acentuada no número de vendedores de tabaco autorizados.

Em seguida, em 2025, será exigida a redução da quantidade de nicotina nos cigarros. Em 2027, pessoas com menos de 14 anos não terão permissão para comprar cigarros. O governo acredita que as novas regras podem reduzir a taxa de fumantes pela metade em apenas 10 anos.

“Se nada mudar, levará décadas até que as taxas de fumantes em Maori caiam para menos de 5%, e este governo não está preparado para deixar as pessoas para trás”, disse a ministra. (Com informações da Agência Reuters)

 

 

Fonte: Metrópoles

Publicações relacionadas

X