Filhote de tartaruga marinha de duas cabeças foi encontrado em praia dos EUA

 Filhote de tartaruga marinha de duas cabeças foi encontrado em praia dos EUA

Filhote provavelmente teve mutação genética, disse especialista (South Carolina State Parks/Facebook)

A tartaruga marinha foi um dos três bebês vivos encontrados em um ninho no Parque Nacional da Carolina do Sul

Voluntários de um parque que patrulhavam uma praia na Carolina do Sul na quarta-feira (3) encontraram uma surpresa inesperada: um filhote de tartaruga marinha de duas cabeças.

Um grupo de patrulheiros e voluntários do Parque Estadual de Edisto Beach estava fazendo um inventário de rotina para verificar os ninhos de tartarugas marinhas quando encontraram o filhote especial, disse o Parque Estadual da Carolina do Sul no Facebook.

A instituição disse que eles cavaram um ninho de tartaruga cerca de três a cinco dias depois que ele começou a mostrar “sinais de uma grande emergência”. Isso ajuda a determinar o sucesso do ninho, que depende de quantos ovos eclodem. Eles também procuram filhotes vivos que não conseguiram chegar ao mar.

A tartaruga marinha de duas cabeças foi um dos três bebês vivos encontrados em um ninho.

“Este filhote de duas cabeças é o resultado de uma mutação genética”, disse o Parque Estadual da Carolina do Sul. “Outros filhotes de duas cabeças foram encontrados na Carolina do Sul nos últimos anos, mas esta é a primeira vez para a equipe de patrulha no Parque Estadual de Edisto Beach.”

Assim que o grupo tirou algumas fotos, as três tartarugas foram soltas no oceano.

A maioria das tartarugas marinhas nascem no verão, embora possam nascer durante todo o ano, de acordo com o Sea World.

É fundamental que os humanos não perturbem o ninho, pois pode colocar em risco a sobrevivência dos filhotes. Quando um ninho de tartaruga é perturbado, os filhotes têm 25% ou menos de chance de sobreviver, de acordo com o Sea World.

Fonte: CNN

Publicações relacionadas

X