Entenda como ninguém pegou Covid-19 após show com 5 mil pessoas em Barcelona

 Entenda como ninguém pegou Covid-19 após show com 5 mil pessoas em Barcelona

Nenhum sinal’ de contágios após show para 5 mil pessoas em Barcelona Foto: LLUIS GENE / AFP

Não há nenhum sinal de contágios após o show com 5.000 espectadores celebrado em 27 de março em Barcelona (Espanha), como parte de um teste clínico para buscar formas seguras de celebrar eventos apesar da Covid, anunciaram nesta terça-feira os organizadores.

Os espectadores não precisaram respeitar o distanciamento físico, mas utilizaram máscara, e “não há nenhum sinal que sugira que aconteceu uma transmissão dentro do evento”, anunciou Josep Maria Llibre, médico do hospital catalão Germans Trias i Pujol.

Todos os participantes foram submetidos a um teste de antígenos antes do evento e usaram máscaras PFF2 durante o espetáculo.

É possível, portanto, que outros casos assintomáticos tenham acontecido e não foram detectados entre os participantes.

De acordo com o médico foram registrados apenas seis casos positivos, 15 dias depois do show, e os organizadores têm certeza de que “em quatro casos a transmissão não aconteceu durante o evento”.

“Com ventilação otimizada, triagem de antígenos e uso de máscara, pode-se garantir um espaço seguro”, disse o médico.

Em relação aos outros dois casos, há uma “porcentagem altíssima” de que não tenham se infectado no dia do show, afirmou o infectologista Boris Revollo.

“Pode-se dizer que não houve uma ‘supertransmissão’ durante o evento. Foi comprovado que é possível criar eventos seguros para evitar a transmissão do coronavírus”, explicou Revollo.

O show do grupo Love of Lesbian, um dos principais do cenário musical espanhol, foi promovido por um grupo de festivais e promotores musicais e pelo hospital Germans Trias i Pujol com o objetivo de mostrar que as apresentações podem ser compatíveis com a pandemia.

“Acredito que, mais uma vez, Barcelona e a cultura barcelonesa estão na vanguarda de uma situação que é nova, que consiste em preservar a atividade cultural com todas as garantias de saúde”, celebrou Jaume Collboni, vice-prefeito da cidade.

“O mundo olha para nós, muitas pessoas nos perguntam como fizemos. O trabalho colaborativo foi a chave”, disse Angels Ponsa, secretária de Cultura do governo catalão.

A mesma equipe organizou em dezembro um teste piloto deste protocolo em uma casa de espetáculos de Barcelona, com 500 participantes previamente testados para covid. Depois de vários dias, nenhum foi diagnosticado positivo.

O show de Barcelona foi uma das poucas iniciativas do tipo organizadas na Europa. Outro espetáculo similar aconteceu em março na Holanda, com 1.300 pessoas.

Fonte: O Tempo

Publicações relacionadas

X