Por audiência, youtuber faz live em que mata namorada grávida

 Por audiência, youtuber faz live em que mata namorada grávida

O blogueiro russo Stas Reshetnikov, conhecido como Reeflay, transmitiu ao vivo em seu canal no YouTube a morte de sua namorada, que estava grávida. Segundo a imprensa local, Reeflay trancou a mulher seminua na varanda de seu apartamento, totalmente exposta ao frio de Moscou durante horas.

No entanto, Reshetnikov, de 30 anos, que teve que se apresentar perante o Comitê de Investigação para ser interrogado, negou qualquer envolvimento na morte de Valentina Grigorieva, de 27 anos.

O vídeo, que teve trechos publicados pelo canal de Telegram Baza, mostra como Reshetnikov arrasta a mulher, apenas com roupa íntima e já inconsciente, pelo chão, puxando-a pelo braço, para trazê-la de volta para dentro do apartamento.

Então, ele mexe no corpo enquanto pergunta se ela está bem. “O que há de errado?” e “Estou preocupado”, são outras frases que o jovem repete nas imagens divulgadas.

– Valya, você está viva? Minha coelhinha, o que há com você? Valya, Valya, droga, você parece que está morta! Coelhinha, por favor, diga alguma coisa! […] Companheiros, sem pulsação… ela está pálida. Não está respirando – disse.

Segundo a agência de notícias estatal TASS, ele a colocou em um sofá, a cobriu com uma manta e chamou a ambulância e a polícia, mas continuou registrando tudo, até mesmo depois da chegada dos médicos, que puderam constatar a morte de Valentina.

Durante o interrogatório, Reshetnikov afirmou que a mulher usava drogas, segundo revelou à agência russa uma fonte que trabalha na investigação do caso, que assegurou também que Reshetnikov não foi detido.

Outras fontes ligadas ao caso disseram à TASS que drogas, provavelmente anfetaminas, foram encontradas no sangue da mulher e que três hipóteses estão sendo consideradas: morte por overdose, por um trauma físico na região do abdômen ou por hipotermia.

De acordo com o canal de televisão REN, entre a noite de 1 de dezembro e a madrugada do dia 2, o casal teria tido uma discussão.

O canal Baza, por sua vez, informou que o blogueiro disse que a mulher se sentia mal e tinha problemas “intestinais”, motivo pelo qual ele a tinha mandado para a varanda, para evitar o mau cheiro.

Por isso, Reshetnikov não teria aberto a porta da varanda para deixá-la entrar, mesmo quando ela disse que estava com muito frio.

Grigorieva aparecia com frequência nos vídeos do blogueiro, que a humilhava durante suas lives.

Segundo o jornal Gazeta.ru, em um dos vídeos, o homem borrifa o rosto da mulher com spray de pimenta, e há outros em que ele bate nela e a humilha verbalmente, supostamente, em troca de doações em dinheiro feitas por seus seguidores.

Fonte: Pleno News

Publicações relacionadas

X