Usiminas anuncia mudanças na gestão a partir de abril

 Usiminas anuncia mudanças na gestão a partir de abril

Imagem ilustrativa AltoForno Ipatinga. //reprodução

A Usiminas divulgou nesta segunda-feira (28) que a partir de abril, a gestão da companhia sofrerá mudanças. O atual vice-presidente de Finanças e Relações com Investidores, Alberto Ono, assumirá a presidência. Atualmente o cargo pertence a Sergio Leite, desde 2016, que agora irá assumir a posição de presidente do Conselho de Administração da Usiminas a partir da Assembleia Geral Ordinária que será realizada em 28 de abril.

O novo presidente irá assumir o cargo no dia 19 maio. A nova Diretoria Estatutária também toma posse no dia 19 de maio. Por uma disposição do Estatuto da Usiminas, até que Sergio Leite deixe a posição de Diretor-Presidente, o Conselheiro Elias Brito exercerá temporariamente o cargo de Presidente do Conselho de Administração.

Sergio Leite tem uma trajetória de 45 anos na Usiminas e liderou o processo de revitalização da empresa e a retomada de resultados recordes que vêm sendo apresentados ao mercado. Alberto Ono atua na companhia desde 2009 e atualmente é o vice-presidente de Finanças e Relações com Investidores.

Sergio Leite, no cargo desde 2016, passa a ocupar o cargo de presidente do Conselho de Administração da Usiminas. / Foto divulgação Usiminas

“Sinto-me extremamente honrado por ter contribuído, por mais de quatro décadas consecutivas, para o desenvolvimento da Usiminas. Tive a oportunidade de ocupar 13 posições na empresa e aprender com cada um com quem convivi ao longo desse período. E, na Usiminas, tive a oportunidade de consolidar esse relacionamento com os colaboradores e colaboradoras, nossas comunidades, clientes, acionistas e tantos outros públicos que nos ajudam a construir a perenidade da empresa”, afirma Leite.

O CEO acrescenta ainda que “graças a força de uma equipe tão competente e dedicada, a Usiminas se reestruturou, consolidou seu protagonismo no mercado nacional de aços planos e segue firme, preparada para os novos desafios que estão por vir. Seguirei empenhado para alcançarmos resultados ainda melhores, agora contribuindo de uma outra forma, na presidência do Conselho de Administração”.

A partir de 19 de maio, Alberto Ono, atual vice-presidente de Finanças e Relações com Investidores, assumirá a presidência da companhia. / Foto divulgação Usiminas

Para Alberto Ono, a Usiminas seguirá focada no propósito de consolidar resultados cada vez mais sólidos, mantendo a sua trajetória de crescimento e liderança no mercado brasileiro de aços planos, com responsabilidade social e ambiental. “Tenho a satisfação de já fazer parte da empresa há 13 anos, sendo os últimos quatro na Diretoria Estatutária, participando de importantes decisões da companhia. Vamos dar continuidade ao trabalho de sucesso, realizado até então sob a liderança do Sergio Leite. Temos inúmeros desafios a superar no ambiente interno e no cenário externo. E tenho plena confiança na capacidade da equipe Usiminas para vencer todos eles”.

Ono é engenheiro metalúrgico pela Universidade de São Paulo (USP), instituição onde também realizou seu mestrado, e PhD em Metalurgia pela Universidade de Tóquio. Na Usiminas, iniciou sua carreira em 2009, como diretor de Planejamento e Controle e, em 2018, assumiu como vice-presidente de Finanças e Relações com Investidores. Anteriormente, o executivo atuou no Grupo Votorantim, CBMM e Aços Villares.

Os vice-presidentes Américo Ferreira (Industrial) e Miguel Homes (Comercial) continuam na Diretoria Estatutária da Usiminas. As outras posições serão assumidas Thiago da Fonseca Rodrigues (Finanças e Relações com Investidores), Gino Ritagliati (Planejamento Corporativo) e Toshiro Miyakoshi* (Tecnologia e Qualidade).

O acordo de acionistas assinado em abril de 2018 entre os sócios majoritários Nippon Steel, Ternium e Previdência Usiminas prevê, entre outros pontos, a alternância da indicação do CEO, dos membros da diretoria executiva e do presidente do Conselho de Administração pelos controladores da companhia.

A Usiminas ressalta que as indicações acima referidas ainda estão sujeitas à aprovação pela Assembleia Geral ou pelo Conselho de Administração, conforme o caso.

 

Para mais notícias clique aqui. Nos siga nas redes sociais! @maisvipoficial

Publicações relacionadas

X