Boletim de ocorrência cita agressão e ofensas de ex-jogador do Flamengo a criança: ‘Vagabundo’

 Boletim de ocorrência cita agressão e ofensas de ex-jogador do Flamengo a criança: ‘Vagabundo’

(Reprodução/ O Dia)

Caso aconteceu na noite da última quinta-feira em aeroporto

O zagueiro do Atlético-MG, Réver, se envolveu em uma confusão com uma família no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, e teve a situação registada em um boletim de ocorrência. De acordo com informações do portal “globoesporte.com”, a Polícia Militar registrou o ocorrido como vias de fato/agressão.

O boletim informa que o atleta teria chamado um menino, de 13 anos, de “safado e vagabundo” e, o pai da criança tomou as dores partindo para cima do jogador. A mãe, ao tentar separar a briga, teria sido empurrada por Réver e acabou caindo em cima de uma prateleira de conveniência. A versão da família envolvida registrada no boletim é que o garoto fez o sinal de dois com a mão.

Ídolo do Atlético-MG e ex-zagueiro do Flamengo, Réver se envolveu em uma confusão no aeroporto de Confins, em Belo Horizonte, na noite da última quinta-feira. O atleta foi abordado por uma criança, de 12 anos, que pediu uma foto ao defensor e depois teria feito o gesto do famoso 6 a 1, em alusão a goleada do Cruzeiro sobre o Atlético-MG, em 2011. O jogador não reagiu bem e partiu para a briga.

Réver atua pelo Atlético-MG e fez parte do elenco campeão do Mineiro, da Copa do Brasil e do Brasileiro de 2021. Ele já havia sido campeão da Libertadores pelo Galo em 2013. Além do clube mineiro, o defensor passou por Flamengo, Internacional e Grêmio.
O Atlético-MG se posicionou sobre o acontecimento na manhã desta sexta-feira, defendendo o zagueiro. “Sobre os episódios envolvendo o zagueiro Réver, divulgados hoje pela imprensa, o Galo afirma que está fechado com seu capitão! As agressões e insultos a ele desferidos não foram dirigidos ao atleta, mas a toda a Massa Atleticana. Rever estava embarcando para suas férias, em companhia de sua mulher e de seus filhos, quando foi afrontado por torcedores adversários. O Atlético admira a diversidade de opiniões, mas não o desrespeito. Estamos juntos, capitão! Agrediu o Réver, agrediu a Massa!”
Fonte: O Dia

Publicações relacionadas

X