Wesley Safadão vai gravar música de DJ Ivis, preso por agredir ex-mulher

 Wesley Safadão vai gravar música de DJ Ivis, preso por agredir ex-mulher

Wesley Safadão vai gravar música de DJ Ivis em DVD (Reprodução/O Tempo)

Informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do cantor, que também afirmo que Ivis não estará presente nas gravações

O cantor Wesley Safadão anunciou que vai gravar uma música composta por DJ Ivis, que ficou preso por agredir a ex-mulher, Pamella Holanda. A informação foi confirmada pela assessoria do cantor, que também afirmou que Ivis não estará presente durante as gravações.

Escrita em parceria com os compositores Renno Poeta e Junior Gomes, a faixa estará no novo DVD de Safadão, que está sendo gravado a bordo de um cruzeiro.

Após passar mais de três meses detido no Centro de Triagem e Observação Criminológica (CTOC ), em Fortaleza, DJ Ivis foi solto no último dia 22. Nas imagens divulgadas em julho, ele aparece batendo na ex-mulher na frente da filha de nove meses e de outras duas pessoas, incluindo um funcionário e a mãe de Pamella.

No início do mês, Ivis publicou um texto nas redes sociais falando sobre uma segunda chance. “Quero poder olhar para minha filha, quero que ela tenha orgulho da transformação do pai. É hora de seguir e recomeçar a vida daqui. Tenho cumprido todas as determinações judiciais e assim seguirei. Minha filha merece ser protegida, amparada e amada”, escreveu na época.

No último dia 16, DJ Ivis fez uma nova publicação, desta vez agradecendo aos fãs e prometendo retribuir “em breve”. “Para todos que me esperam agradeço a paciência, amor e carinho por me darem uma segunda oportunidade. Vou retribuir da melhor forma, em breve. Deus na frente”, disse Ivis.

Relembre o caso

Iverson de Souza Araújo, conhecido como DJ Ivis, foi preso no dia 14 de julho, depois que vídeos gravados por câmeras de segurança interna mostraram o produtor musical agredindo a ex-mulher.

Com a repercussão do caso, Ivis perdeu contrato com sua gravadora, a Sony, com a produtora Vybbe, além de ter parcerias com artistas canceladas e diversas músicas retiradas das plataformas de streaming. O agressor era considerado um dos mais promissores DJs do forró na atualidade.

Fonte: O Tempo

Publicações relacionadas

X