Delegado sobre Kevin: ‘Acidente por culpa exclusiva da vítima’

 Delegado sobre Kevin: ‘Acidente por culpa exclusiva da vítima’

MC Kevin caiu de altura de 15 metros Foto: Reprodução

O delegado Antenor Lopes, chefe do Departamento-Geral de Polícia da Capital (DGPC), afirmou que a morte do cantor MC Kevin, aos 23 anos, “foi um acidente por culpa exclusiva da vítima”. A declaração foi dada com base nos laudos produzidos pelo Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) e nos depoimento colhidos.

MC Kevin morreu no dia 16 deste mês, após cair da varanda de um hotel na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Kevin sofreu diversos traumatismos em decorrência da queda de 15 metros de altura.

– Ainda faltam os laudos dos telefones apreendidos e o toxicológico, que pode apenas confirmar o consumo de drogas, mas não acredito que vão influenciar no relatório final, que deverá pedir o arquivamento do caso – explicou Lopes.

MC Kevin morreu após cair de hotel no Rio de Janeiro / Foto: Reprodução

De acordo com um dos laudos, obtido pelo portal Metrópoles, o perito Luiz Alberto Moreira Coelho concluiu que “foi constatado que, no local em questão, ocorreu uma queda de uma pessoa do quinto pavimento do hotel em questão, que teve como causa aparente um acidente que causou a morte de uma pessoa do sexo masculino”.

A polícia ainda aguarda o resultado de exames toxicológicos, que devem confirmar informações obtidas em depoimentos de que o funkeiro estava sob efeito de drogas e álcool no momento de sua morte.

QUARTO DO HOTEL
A suíte que MC Kevin ocupava quando sofreu a queda estava fora de ordem e tinha uma garrafa de champanhe avaliada em R$ 1,5 mil, além preservativos, toalhas usadas e uma cueca no chão. Foram encontrados também três telefones e uma carteira.

No quarto estavam, além do funkeiro, a acompanhante de luxo Bianca Dominguez, que receberia R$ 2 mil para fazer sexo com Kevin e um amigo dele, Victor Elias Fontenelle, o MC VK.

Fonte: Pleno News

Publicações relacionadas

X