Netflix revela produção de série sobre assalto no Banco Central em 2005

 Netflix revela produção de série sobre assalto no Banco Central em 2005

(Reprodução/ Netflix)

Em agosto de 2005, a sede do Banco Central em Fortaleza, no Ceará, foi palco de um assalto que marcou a história dos grandes crimes no país. Na ocasião, mais de 160 milhões de reais foram levados pelos bandidos — quantia que foi medida por seu peso: cerca de 3,5 toneladas de dinheiro vivo.

Com toques surreias que remetem à série espanhola La Casa de Papel, o assalto foi realizado de forma engenhosa: os criminosos chegaram ao cofre da instituição por meio de um túnel com 80 metros de comprimento. Uma ampla investigação sobre o caso será apresentada na série documental 3 Tonelada$: Assalto ao Banco Central, que será anunciada nesta quarta-feira, 16, pela Netflix.

Dividida em três episódios de 50 minutos cada, a produção chega à plataforma em 16 de março e trará uma vasta coleção de imagens de arquivo e depoimentos inéditos com policiais e criminosos envolvidos, recriando momentos-chave dos cinco anos de investigação da Polícia Federal. A caça aos culpados envolveu uma trilha de sequestros, assassinatos, agentes infiltrados e compras suspeitas em dinheiro vivo.

A produção revela ainda detalhes insólitos sobre o furto. Para colocar o plano em prática, os criminosos alugaram uma casa próxima ao Banco três meses antes. Montaram ali uma empresa de fachada, que supostamente comercializaria grama sintética. Lá dentro, cavaram o túnel de 80 m de comprimento, 70 cm de largura e 4 metros de profundidade com saída para o cofre no BC. Com conhecimentos avançados de engenharia, a trupe escorou o túnel com vigas de madeira para evitar desabamentos, e equipou o local com iluminação elétrica e sistema de ar-condicionado.

.

A empreitada criminal foi narrada no cinema em 2011, no filme Assalto ao Banco Central, dirigido por Marcos Paulo e estrelado por Milhem Cortaz, Eriberto Leão, Hermila Guedes, Lima Duarte, Giulia Gam, Tonico Pereira, entre outros. Produzido pela Mixer Films para a Netflix, 3 Tonelada$: Assalto ao Banco Central tem direção e roteiro de Daniel Billio, direção geral de Rodrigo Astiz e trabalho de pesquisa comandado por Claudia Belfort.

A série faz parte da iniciativa Mais Brasil na Tela, que tem como objetivo aumentar a disponibilidade de conteúdos originais nacionais na Netflix. Cerca de 40 produções nacionais estão em desenvolvimento em 2022, incluindo séries ficcionais e documentais, filmes e reality shows.

Publicações relacionadas

X