Idosa tem 4 centavos de Valores a Receber e família faz vaquinha para evitar decepção

 Idosa tem 4 centavos de Valores a Receber e família faz vaquinha para evitar decepção

Com a ajuda da neta Cristine, Rita Porto conseguiu atualizar o cadastro no portal Gov.br – Arquivo pessoal

Aposentada de 93 anos não sabe que R$ 1.000 recebidos foram dos filhos e netos

 

Ao descobrir que o Banco Central liberaria R$ 8 bilhões esquecidos em contas bancárias, a professora aposentada Rita Porto, 93, ficou ansiosa. Mobilizou a família para atualizar cadastros e ir atrás da bolada que acreditava ter. Nesta terça-feira (8), ela recebeu R$ 1.000, sem saber que o dinheiro veio de uma vaquinha feita por filhos e netos.

Assim como aconteceu com diversos brasileiros, Rita Porto tinha direito a apenas alguns centavos -mais precisamente 4 centavos de “parcelas ou obrigações de operações de crédito”. Uma verdade que a família preferiu esconder, para evitar a frustração.

Se o dinheiro fosse muito bom, ainda tinha esperança de ajudar os filhos a quitarem seus apartamentos. “Ela gravou o dia que seria a consulta, 7 de março, e alertou todos para que não esquecessem”, conta a neta, Cristine Porto, 42, analista de contratos.

A consulta aos valores a receber começou nesta segunda-feira (7). O calendário avança conforme a data de nascimento ou criação da empresa. Quem acessa o sistema antes do dia e horário marcados não consegue saber quanto terá direito a resgatar.

Rita Porto não foi a única inquieta para receber valores esquecidos. O sistema disponibilizado pelo Banco Central chegou a sair do ar, tamanho o fluxo de acessos por todo o país. Para pedir a transferência de valores e saber quanto de dinheiro está esquecido, é necessário ainda elevar o nível de segurança da conta no portal gov.br para prata ou ouro.

Com a ajuda da neta, a aposentada conseguiu atualizar o cadastro por meio de reconhecimento facial.
“Fomos visitá-la no dia 7 e ela estava muito eufórica para saber o valor. Foi aí que minha tia ligou dizendo que não era para contar nada, porque o valor a receber seria de R$ 0,04”, diz Cristine.

“Na hora demos risada, pois ela criou tanta expectativa que até nós não imaginávamos que seria só isso [4 centavos]. Foi aí que resolvemos nos juntar e abrir uma vaquinha para dar um valor aceitável”, disse a neta que participou da vaquinha.

Cinco filhos e cinco netos juntaram R$ 1.000. O dinheiro foi sacado e entregue em mãos à aposentada, que ficou satisfeita.

“Está vendo como é bom ter um dinheirinho esquecido?”, disse Rita Porto ao receber o valor, segundo a neta, que diz que a avó não teria aceitado o dinheiro se soubesse que veio da família. “Ela é muito ativa e lúcida, não quer dar trabalho para ninguém.”

Veja mais: Herdeiros podem resgatar dinheiro esquecido em bancos; veja como

 

 

 

Fonte: Folha de S.Paulo

Publicações relacionadas

X