Contas públicas têm superávit de R$ 15 bilhões em novembro

 Contas públicas têm superávit de R$ 15 bilhões em novembro

(Reprodução/ Internet)

O valor engloba as despesas e receitas do governo federal, estados, municípios e empresas estatais com impostos

As receitas com impostos do setor público superaram as despesas (sem considerar os juros da dívida pública) em novembro. De acordo com dados divulgados pelo Banco Central, nesta quinta-feira (30/12), as contas registraram superávit primário de R$ 15 bilhões. O valor engloba os débitos do governo federal, estados, municípios e empresas estatais.

O resultado é o melhor para o mês de novembro desde 2013, quando o saldo positivo do setor público chegou a R$ 29,8 bilhões. Os principais responsáveis por isso foram os estados e municípios, que obtiveram superávit de R$ 11,7 bilhões. Já o governo central registrou R$ 3,5 bilhões, enquanto as estatais tiveram déficit de R$ 238 milhões.

Acumulado do ano

No acumulado dos 11 primeiros meses de 2021, o superávit do setor público chegou a R$ 64,6 bilhões.

Em comparação com o mesmo período do ano passado, o resultado foi negativo em R$ 651,1 bilhões, em razão dos gastos para combater a pandemia da Covid-19, ainda de acordo com o BC.

Despesas com juros

Quando se consideram os juros da dívida pública na conta — chamado de resultado nominal — as contas em novembro tiveram déficit de R$ 26,6 bilhões.

No acumulado de 11 meses, o resultado ficou negativo (déficit nominal) em R$ 405,2 bilhões, o que equivale a 4,71% do PIB — valor alto para padrões internacionais e economias emergentes.

O número é essencial para a definição da nota de crédito dos países, acompanhado firmemente por agências de classificação de risco e investidores.

Fonte: Metrópoles

Publicações relacionadas

X