Vídeo: deslizamentos de pedras atinge embarcações com turistas em Capitólio-MG; mortes são confirmadas

 Vídeo: deslizamentos de pedras atinge embarcações com turistas em Capitólio-MG; mortes são confirmadas

Pedra desliza sobre turistas em Capitólio — Foto: Redes Sociais/Reprodução

Quatro embarcações foram atingidas e 10 mortes confirmadas. Ao todo, 27 pessoas foram atendidas e liberadas.

 

O imenso bloco de rocha de um dos cânions de Capitólio, em Minas Gerais, se soltou e atingiu, ao menos, duas lanchas que estavam atracadas no Lago de Furnas. De acordo com o Corpo de Bombeiros, 10 pessoas morreram e 32 ficaram feridas, a maioria com ferimentos leves. Trabalhos no local ainda estão sendo feitos.

Através de uma coletiva de imprensa, concedida pelo Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, o órgão informou que os 10 óbitos confirmados foram encontrados já sem vida no local. Os trabalhos de resgate continuaram durante a noite, porém por medidas de segurança, a atuação da equipe de mergulho encerraram ao escurecer e voltaram a ativa pela manhã de domingo (09) no qual encontraram o oitavo corpo submerso e mais duas vítimas pela tarde.

Na tarde de sábado (08), o órgão havia informado que trabalhavam com a expectativa de que tinham cerca de 20 desaparecidos, porém, por volta das 21h, um porta-voz do Corpo de Bombeiros informou que algumas pessoas procuraram socorro por conta própria e por isso, ainda eram contadas como desaparecidas. A informação foi confirmada após cruzamento de dados com os hospitais de Minas Gerais.

Veja o vídeo:

 

Segundo o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, 32 pessoas ficaram feridas, a maioria com ferimentos leves. Dessas, 27 foram atendidas e liberadas; 23 delas da Santa Casa de Capitólio e outras 4 da Santa Casa de São José da Barra, a 46 km de Capitólio.

À imprensa, o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais (CBMMG) confirmou o acidente e disse que a a ocorrência pode ter sido provocada por uma “cabeça d’água”, junto com o deslocamento de pedras que acabou atingindo 4 lanchas que estavam na região. Militares de Passos e Piumhi foram ao local, assim como equipes de apoio aéreo para prestar suporte no resgate das vítimas.

Em nota, Marinha informa que vai abrir inquérito para investigar desabamento de rocha em MG.

Por meio das redes sociais, Romeu Zema (Novo), governador de Minas Gerais, se solidarizou com a família das vítimas e informou que os trabalhos de resgate segue em ativa; Presidente Bolsonaro também se pronuncia sobre o ocorrido

Outro vídeo que circula nas redes sociais mostram turistas avisando sobre possível desabamento das rochas: “Aquele pedação está caindo”. Veja:

 

Corpo de Bombeiros foram deslocados para prestar atendimento às vítimas — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Os cânions do Lago de Furnas, em Capitólio, ficam a 293 km de Belo Horizonte e chamam a atenção pelos paredões de mais de 20 metros de altura. O O local é procurado por turistas que fazem passeios de lanchas e mergulho nos lagos e rios locais. O local também atrai visitantes para contemplar a vista dos mirantes das rochas.

 

Publicações relacionadas

X