Garis e motoristas que transportam lixo farão greve nesta terça-feira em BH

 Garis e motoristas que transportam lixo farão greve nesta terça-feira em BH

Foto: Flávio Tavares/O TEMPO

Uma paralisação dos garis e de motoristas dos caminhões que transportam lixo em Belo Horizonte está programada para ser realizada no fim da tarde desta terça-feira (30). De acordo com o Sindeac, sindicato que representa os garis, o objetivo é chamar a atenção das gestões públicas em nível municipal, estadual e federal para que os profissionais sejam incluídos entre as prioridades de vacinação contra a Covid-19.

No último fim de semana, a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) anunciou a preparação de cadastros para a imunização de garis, fiscais e agentes da força de segurança do município. O Sindeac argumenta, no entanto, que a PBH não estabeleceu datas para a imunização e, por isso, o movimento está mantido.

“A questão de abrir cadastro não quer dizer nada. Pode ser que eles sejam vacinados apenas em dezembro, julho, agosto. Nós queremos são datas. Isso porque eles coletam lixo com todo o tipo de doença. Eles deveriam estar como prioritários na vacinação e não entraram. Na vacinação do Plano Nacional de Imunização eles irão ser vacinados pela faixa etária de idade. São pessoa jovens, então vão ficar por último”, lamenta o presidente do Sindeac, Paulo Roberto.

Ainda de acordo com o presidente da entidade sindical, o movimento não vai promover aglomeração e vai consistir na ida de representantes do sindicato até as garagens para conversar com os garis e motoristas, visita que já vem sendo feita desde a última sexta-feira (26).

“Nós já tivemos reunião com o superintendente da limpeza urbana de Belo Horizonte, tivemos reunião ontem com o secretário estadual de Saúde, já tínhamos notificado tanto o governo Federal, quanto o Estadual e o Municipal em fevereiro. Notificamos novamente este mês e ainda sim não tomaram qualquer providência. Não restou alternativa, se não a greve. Também é pra eles entenderem que esses trabalhadores são essenciais  nesse momento de pandemia”, disse o presidente do Sindeac.

O Simeclodif, sindicato que representa os motoristas de caminhão que transportam o lixo urbano, afirma que os profissionais não receberam qualquer auxílio durante a pandemia e, por isso, decidiram entrar na greve.

“Iremos à greve em função do risco a que estão expostos os motoristas de coleta de resíduos e lixo de Belo Horizonte. É uma situação que temos denunciado desde o início da pandemia. Esses profissionais não receberam nenhuma atenção, nem das empresas e nem dos setores públicos”, diz o presidente do sindicato, Natanael Dias de Moura.

Em nota, a Prefeitura de Belo Horizonte afirmou que “está em negociação com o Sindeac, e já está preparando o cadastro para definir as doses necessárias para vacinar os garis”.

Já o governo de Minas informou, por meio da Secretaria de Estado de Saúde que “segue o preconizado pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 do Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde” e que  “as doses são distribuídas, conforme o envio de remessas do imunizante pelo Ministério da Saúde ao Estado”.

Fonte: O Tempo

Publicações relacionadas

X