Covid-19: Ministério Público pede paralisação da Vale em Itabira

 Covid-19: Ministério Público pede paralisação da Vale em Itabira

O Ministério Público de Minas Gerais solicitou uma ação pública junto à Justiça, para paralisar as atividades da Vale, em Itabira. O pedido está relacionado à quantidade de testes positivos para o coronavírus entre os funcionários da mineradora.

No processo, o MP cita o número de casos positivos colhidos na Vale e o aumento significativo que eles provocaram nos boletins epidemiológicos do município. A liminar tem como objetivo o afastamento imediato de todos os funcionários diretos e indiretos da corporação, sem prejuízo salarial para todos os colaboradores até que todos eles sejam testados.

A 2º Vara do Trabalho em Itabira, porém, ao analisar o pedido, aponta que existe uma ausência de documentos suficientes por parte do denunciante, inviabilizando uma decisão dessa natureza. Outro fator, é que a mineração, trabalho exercido pela empresa, está incluída no grupo de “atividades essenciais” do Governo Federal.

A Justiça ainda argumenta que não há internados por Covid-19 em Itabira, e o município até o momento tem a situação hospitalar sob controle.

Sobre o caso, a Vale afirma que possui “conhecimento do ajuizamento da Ação Civil Pública, bem como das duas decisões proferidas nos autos pelos Juízes da 2º Vara de Itabira que negaram a liminar requerida pelo MPT e irá apresentar sua defesa no prazo legal”.

Uma reunião está marcada para o dia 18 de junho entre o Ministério Público e a Vale. Esse encontro, sem diretrizes confirmadas, pode acontecer virtualmente ou no Fórum do Trabalho de Itabira.

Publicações relacionadas

X