Zema dá aval para que prefeitos reabram setores do comércio em MG

 Zema dá aval para que prefeitos reabram setores do comércio em MG

 

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), apresentou nesta quinta-feira (23), um plano para guiar a flexibilização do isolamento social e a reabertura do comércio nas cidades mineiras. A decisão de reabrir ou não, entretanto, fica a critério de cada prefeitura. 

O plano foi nomeado como  “Minas Consciente – Retomando a economia do jeito certo”, e divide os tipos as atividades comerciais em quatro grupos: onda 0 (atividades essenciais), onda 1 (baixo risco), onda 2 (médio risco) e onda 3 (alto risco). Essa classificação leva em consideração critérios econômicos e de saúde.

De acordo com o Governo de Minas, a liberação deve ser realizada de “forma responsável” e observando os impactos das medidas no sistema de saúde.

Confira a classificação das empresas, conforme critérios do Governo de Minas:

Onda 0 – Funcionamento das atividades essenciais

Hipermercado; lojas de material de construção; autopeças; farmácias e drogarias; venda e manutenção de equipamentos eletro-eletrônicos; revenda de gás; padaria e confeitaria; açougue; serviços de RH e terceirização; supermercados e afins; postos de gasolina.

Onda 1 – Empresas de baixo risco

Lojas de artigos esportivos e afins; serviços de publicidade e afins; lojas de artigos para casa, tecidos e aviamentos; joalheria e relojoaria; lojas de vestuário, acessórios, calçados e afins; loja de móveis e colchões; pet shop e afins; loja de variedades; loja de fogos de artifício; agência de turismo e afins; concessionárias, revendas, oficinas de veículos motorizados.

Onda 2 – Empresas de médio risco

Varejo de plantas e flores naturais; lojas de artigos de papelaria; lojas de eletrodomésticos de áudio e vídeo; lojas de artigos de caça, pesca e camping; comércio de animais vivos; tabacaria; hotéis e similares; loja de brinquedos; venda e manutenção de instrumentos musicais e acessórios; lojas de departamento ou magazines; comércio varejista de equipamentos para escritório.

Onda 3 – Empresas de alto risco

Varejista de suvenires, bijuterias e artesanatos; lojas de variedades; varejista de outros artigos usados; cabeleireiros e outras atividades de tratamento de beleza; comércio varejista de discos, CDs, DVDs e fitas; comércio varejista de livros; comércio varejista de doces, balas, bombons e semelhantes; bancas de jornais e revistas; varejo de equipamentos de telefonia e comunicação; lojas de artigos fotográficos e para filmagem; lojas duty free de aeroportos internacionais.

Tá procurando notícia? Dá um MAISVIP que acha!

Publicações relacionadas

X