Polícia investiga caso de jovem encontrado com intestino exposto em praia de Guarapari; principal suspeita é a namorada

 Polícia investiga caso de jovem encontrado com intestino exposto em praia de Guarapari; principal suspeita é a namorada

(Reprodução)

A Polícia Civil do Espírito Santo investiga o caso de um jovem de 20 anos que acordou com um corte profundo na barriga em uma praia de Guarapari. A reportagem apurou que dava para ver parte do intestino da vítima.

O caso aconteceu há duas semanas, mas neste fim de semana ganhou as redes sociais, inclusive com teorias não confirmadas. O assunto foi um dos mais comentados desde o último domingo (30).

A Polícia Civil confirmou que o jovem acordou na Praia do Ermitão, uma região mais distante de Guarapari, ao final da movimentada Praia do Morro.

Veja: É falso! Não foi a namorada a responsável por dilacerar barriga do jovem em Guarapari; entenda

Praia do Ermitão, em Guarapari, em foto de 2016 — Foto: Leandro Nossa /g1

A polícia disse que o homem foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE), em Vitória, onde deu entrada por volta das 7h30 do dia 16 de janeiro.

O comandante do batalhão da PM que cobre a região de Guarapari contou que corporação recebeu a informação na madrugada. Uma equipe foi até o local, mas encontrou apenas uma bolsa, que foi entregue na delegacia. Só no dia seguinte é que a PM soube que havia sim um rapaz ferido naquela região e que o Samu já havia socorrido.

Ainda de acordo com o comandante, o corte foi feito com caco de vidro.

“A Polícia Militar recebeu uma denúncia anônima de que um casal estaria na Praia do Ermitão, uma praia nos fundos da Praia do Morro, houve vias de fato e o casal acabou se lesionando. Foi encontrada uma mochila com alguns pertences, mas não havia ninguém no local. Quando o dia amanheceu, chegou a informação que a vítima, um rapaz, foi socorrido pelo Samu e deu entrada no Hospital Estadual de Urgência e Emergência, em Vitória, com um corte na barriga feito por algum caco de vidro. Ele permanece no local”, disse o tenente coronel Caus.

Depois, ele foi transferido para um hospital particular, onde ainda está internado. O quadro dele é estável, segundo a Polícia Militar.

Policiais civis informaram que uma jovem estaria junto com o rapaz. Durante a semana, as famílias de ambos vão prestar depoimento. Os nomes dos jovens não foram divulgados.

Até o momento, segundo a polícia, não há como afirmar que a mulher esteja envolvida e nenhum suspeito foi preso.

O tenente coronel também disse que não foram encontradas drogas no local.

“Não encontramos nenhum entorpecente, mas a informação é que era um casal. Tinha esse rapaz e uma menina que estava com ele nesse local. Não sei se foi um corte acidental, mas só a Polícia Civil, ele ou algum familiar poderão esclarecer melhor o fato. Parece que agora ele está bem melhor”, explicou.

Publicações relacionadas

X