Julgamento da Kiss: 3º dia tem depoimentos de testemunhas de acusação e de defesa; Acompanhe as últimas atualizações do julgamento

 Julgamento da Kiss: 3º dia tem depoimentos de testemunhas de acusação e de defesa; Acompanhe as últimas atualizações do julgamento

Boate Kiss (Polícia Civil do RS)

Gerente da loja onde foram comprados os artefatos pirotécnicos, funcionário de uma empresa de extintores e barman na boate devem prestam depoimento nesta sexta (3)

Começa 3º dia de depoimentos do julgamento no caso Kiss. O primeiro a falar é Daniel Rodrigues da Silva, gerente da loja onde foram comprados os artefatos pirotécnicos que causaram o incêndio.

Daniel Rodrigues da Silva, primeira testemunha ouvida no terceiro dia de julgamento da boate Kiss

Segundo Daniel, o produtor musical Luciano Bonilha Leão, réu no julgamento, foi quem comprou o artefato pirotécnico. Foi ele quem passou mal ao chegar no Foro Central no 1º dia de julgamento.

Luciano Bonilha Leão, um dos réus no caso Kiss, chega ao local do julgamento

‘Artefatos não podem ser usados em ambiente fechado’, diz gerente da loja onde foram comprados os fogos que deram início ao incêndio na boate Kiss.

Promotora de justiça Lúcia Helena de Lima Callegari, do Ministério Público, é quem faz as perguntas a Daniel agora.

Promotora Lúcia Helena de Lima Callegari

Faccini Neto tem chamado a atenção de quem assiste ao júri. Magistrado interveio em algumas manifestações dos promotores, responsáveis pela acusação, e de advogados de defesa. Confira um desses momentos no vídeo abaixo, que ocorreu na quinta-feira (2).

Neste momento, juiz Orlando Faccini Neto faz perguntas a Daniel, testemunha solicitada pelo Ministério Público. Saiba quem é o magistrado.

Juiz Orlando Faccini Neto, de 45 anos, preside júri da Kiss

 

Fonte: G1

Publicações relacionadas

X