Influenciadora é dopada e estuprada em festival de rodeio de Jaguariúna

 Influenciadora é dopada e estuprada em festival de rodeio de Jaguariúna

(Reprodução/ O Dia)

De acordo com a jovem, exame não foi capaz de detectar se crime foi cometido por um, dois ou até três homens

Rio – A influenciadora digital Franciane Andrade, de 23 anos, contou em seus stories do Instagram nesta terça-feira, que descobriu que foi dopada e estuprada no final de semana, durante o festival de rodeio de Jaguariúna, cidade do interior de São Paulo.

A estudante universitária e influenciadora digital disse que sentiu muitas dores na segunda, um dia após mas somente ontem foi ao médico. “Não sabia que tinha sido violentada, comecei a sentir dor ontem à noite, e hoje vim ao médico. Eu não sei nem como contar isso aqui. Acabei de correr atrás de B.O. (boletim de ocorrência), fui no IML (Instituto Médico Legal) aqui em Mogi Guaçu, fiz um exame, a polícia constatou que houve estupro e não sabe me dizer se foi um, dois ou três (homens)”, disse a estudante visivelmente abalada.

O caso foi registrado na Delegacia da Mulher de Mogi Guaçu, mas foi encaminhado ao município de Jaguariúna para seguir a investigação, de acordo com a delegada Giselle Barbosa Castello. O crime investigado é o de estupro de vulnerável – como o da influenciadora Mariana Ferrer -, quando a vítima não tem condições de apresentar resistência.

Arrasada com o crime, a jovem pediu ajuda para seus seguidores. “Jaguariúna tem que se responsabilizar por isso. Eles têm que entrar em contato comigo. Eu paguei um dos camarotes mais caros para ter segurança e aconteceu isso, e ninguém me ajudou?”, desabafou a estudante, em vídeo feito de um hospital, enquanto esperava esperando para receber o coquetel contra doenças sexualmente transmissíveis, “porque posso pegar uma doença ou engravidar do estuprador”.

Na madrugada de quarta-feira (1), a influenciadora voltou a usar os stories para desabafar sobre o que está vivendo e o quando ainda está em choque com a situação. Ela também disse que seus pais estão muito nervosos.

“Amanhã será mais um dia de exames, de delegacia e de esclarecimentos. A palavra não basta, é preciso mostrar, provar, estou muito cansada. Estou aflita, sem forças, com medo. Não quero ficar marcada por isso, não quero ouvir minha mãe chorando e perguntando: ‘Por quê?’ Tudo isso é um pesadelo”.

Em nota, a organização do evento afirmou que está em contato com a jovem e sua família para prestar todo o apoio necessário. Confira a íntegra do comunicado:
“A organização do Jaguariúna Rodeo Festival informa que entrou em contato com a jovem Franciane Andrade e sua família para prestar todo o suporte necessário neste momento difícil assim que soube do ocorrido, por meio das redes sociais, por volta de 18:30 de ontem.

Toda a operação do evento neste momento está voltada para o esclarecimento do episódio relatado por Franciane e para a busca de elementos que ajudem as autoridades policiais a encontrarem os responsáveis pelo ocorrido.

O departamento jurídico do JRF está em contato permanente com as autoridades policiais e, em conjunto com as autoridades competentes, realiza uma operação de busca em todas as 53 câmeras espalhadas pelo recinto para que se possa reconstituir o episódio e que os culpados sejam imediatamente identificados.

O evento esclarece ainda que possui um efetivo de mais de 400 seguranças treinados e com registro na Polícia Federal para preservar a integridade dos clientes.

O JRF lamenta profundamente o ocorrido e presta solidariedade à Franciane, amigos e familiares. A organização reafirma seu compromisso com o bem-estar do público e repudia qualquer forma de abuso e discriminação, dentro ou fora dos eventos que realiza.”

Fonte: O Dia

Publicações relacionadas

X