Mulher é xingada de “macaquinha” ao enviar fotos por engano em grupo

 Mulher é xingada de “macaquinha” ao enviar fotos por engano em grupo

(Reprodução/ Metrópoles)

Depois das mensagens encaminhadas no grupo, a mesma jovem enviou áudio para a vítima a chamando de “macaquinha” e “negra”

Uma mulher foi vítima de injúria racial após mandar fotos de produtos de sex shop, por engano, para um grupo de WhatsApp. A vítima de 38 anos foi chamada de “macaquinha” por uma jovem, 19, que faz parte do grupo em que o conteúdo foi compartilhado sem querer. A ocorrência foi registrada em Uberaba, no Triângulo Mineiro, nessa segunda-feira (29/11).

A vítima relatou à Polícia Militar que participa de um grupo de cuidadores de idosos no WhatsApp. Conforme registrado na ocorrência, ela enviou fotos de produtos eróticos por engano e apagou as imagens na sequência.

 

Fonte: Metrópoles

Publicações relacionadas

X