Vídeo: médica é flagrada em festa com 1.500 pessoas e ofende repórteres

 Vídeo: médica é flagrada em festa com 1.500 pessoas e ofende repórteres

(Record/Reprodução )

Segundo os policiais que interromperam a festa clandestina, cada participante do evento desembolsou até R$ 18 mil para participar

Uma equipe de repórteres do programa Balanço Geral, da TV Record, foi atacada por uma mulher em uma festa clandestina, em São Paulo, na madrugada desta segunda-feira (19/7).

A mulher, que se diz médica, foi flagrada pela equipe de reportagem na festa e partiu para o ataque. “Eu não vou nem falar com vocês. Você para mim não vale nada. Câmera para mim não vale nada”, disse. “Eu, como médica e vacinada, vou para onde eu quiser”, continuou.

Ela disse que trabalha no Hospital Geral do Grajaú, mas a Secretaria de Saúde de São Paulo disse que ela não faz mais parte do corpo clínico da instituição desde 2020.

A festa foi interrompida pela Força-Tarefa de São Paulo e tinha mais de 1.500 pessoas. Segundo os policiais, cada participante do evento desembolsou até R$ 18 mil para participar.

Outro caso

Neste mês, em uma outra festa clandestina em São Paulo, a influenciadora digital Liziane Gutierrez hostilizou os policiais com frases como “vão tomar no *” e “vai para a favela”.

Publicações relacionadas

X