Mãe diz “vamos ali se matar” e joga carro contra caminhão

 Mãe diz “vamos ali se matar” e joga carro contra caminhão

Mãe gravou vídeo com a filha antes de tentar matá-la Foto: Reprodução

Uma mulher identificada como Ana Alice, de 34 anos, causou um grave acidente ao jogar o próprio carro, com a filha de 2 anos no banco de trás, contra um caminhão e outros veículos, na cidade de Lajeado, no Rio Grande do Sul, nesta segunda-feira (17).

Momentos antes de causar o acidente, Ana Alice gravou um vídeo em que a filha aparece no banco de trás do veículo. Ela manda a criança se despedir do pai e fala: “Onde nós vamos? Vamos se matar?” A criança diz: “Sim”. A mulher continua: “Vamos lá, então. Diz tchau pro papai. Diz tchau. Última vez que tu me vê, pai”. Dessa vez a menina responde: “Não quero”.

Na gravação, a criança aparece visivelmente assustada e prestes a chorar.

– Vamos ali se matar… Papai nunca mais vai ver a gente. Dá tchau pro papai… Fala assim: “tchau, papai, adeus, até nunca mais” – insiste a mãe.

Apesar da gravidade do acidente, a criança teve apenas ferimentos leves e sobreviveu. Já Ana Alice ficou presas às ferragens do veículo, mas também foi retirada com vida pelos bombeiros e levada para um hospital. Ela está em estado grave.

A Polícia Civil já pediu a prisão preventiva da mulher, mas ainda não sabe o que teria motivado a ação. Há a suspeita de que ela tenha tentado matar a filha e cometer suicídio, ao mesmo tempo, como uma possível retaliação ao pai da criança.

Acidente pode ter sido provocado pela própria mãe da criança Foto: Reprodução

– Ainda na noite de ontem [segunda], já foram feitas algumas diligências. Nós fomos até o local, ouvimos algumas pessoas no plantão da Polícia Civil, e, entre essas pessoas, foi ouvido o pai dessa criança. O pai da menina relata que eles já estão separados há um ano e que agora, então, [ele] tem um outro relacionamento e que ela [a mãe da filha] não estaria aceitando esse outro relacionamento que ele estaria mantendo com uma terceira pessoa – afirma a delegada.

MINISTRA DAMARES DIZ QUE CHOROU COM O VÍDEO
Em seu Instagram, a ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves, disse que ficou abalada ao tomar conhecimento do caso.

– Eu vi o vídeo. Fiquei chocada e chorei! A criança não morreu no acidente. Está machucada, mas não morreu. A mãe está em estado grave. […] Que Deus nos dê força, sabedoria e estratégia para continuar. Nós não vamos desistir das crianças – escreveu.

Publicações relacionadas

X