DPU vai à Justiça e pede adiamento do Enem 2020

 DPU vai à Justiça e pede adiamento do Enem 2020

A Defensoria Pública da União (DPU) entrou com recurso para que o Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) reveja a decisão judicial que impediu o adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O órgão solicita que o calendário da prova seja ajustado por causa da pandemia do Covid-19.

Em abril, a DPU obteve uma liminar favorável à revisão do calendário do Enem, porém a medida foi derrubada, após pedido da Advocacia-Geral da União (AGU).

De acordo com o cronograma que segue sem alterações, as provas presenciais irão ocorrer em 1º e 8 de novembro. A prova virtual, por sua vez, será aplicada nos dias 22 e 29 de novembro.

No pedido, a DPU sustenta o ponto de vista que “inúmeros estudantes, sobretudo os mais pobres, não possuem acesso à internet, nem tampouco materiais didáticos em suas residências” o que prejudicaria a preparação dos alunos para o Exame.

Publicações relacionadas

X