Pego em flagrante: Anestesista é preso por estuprar grávida durante cesárea no RJ

 Pego em flagrante: Anestesista é preso por estuprar grávida durante cesárea no RJ

Giovanni Quintella Bezerra foi filmado por funcionários do Hospital da Mulher de São João de Meriti ao cometer crime. Foto: Reprodução/Redes sociais

Um médico anestesista foi preso em flagrante por abusar de uma paciente que estava dopada para um parto cesárea. O caso aconteceu na madrugada desta segunda-feira (11), no Hospital da Mulher, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense.

Giovanni Quintella Bezerra foi denunciado por funcionários da unidade hospitalar, que filmaram o anestesista colocando o pênis na boca da paciente.

O médico já havia participado de outras cirurgias ao longo de domingo (10) e levantado suspeitas pelo seu comportamento e pela quantidade de sedativo que dava para grávidas. Funcionárias do hospital trocaram a sala de parto para conseguir filmar o flagrante. Ele foi preso pela Delegacia de Atendimento à Mulher de São João de Meriti e autuado por estupro de vulnerável, cuja pena varia de 8 a 15 anos de reclusão.

Veja o momento em que o médico é preso

O Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj) abriu um processo para investigar o caso e tomar medidas administrativas.

Clovis Bersot Munhoz, presidente do Cremerj, disse que “as cenas são absurdas”.

A Fundação Saúde do Estado do Rio de Janeiro e a Secretaria de Estado de Saúde, a que o Hospital da Mulher de Vilar dos Teles, em São João de Meriti, está subordinado, repudiaram em nota a conduta do médico anestesista.

“Informamos que será aberta uma sindicância interna para tomar as medidas administrativas, além de notificação ao Cremerj. A equipe do Hospital da Mulher está prestando todo apoio à vítima e à sua família”, afirmaram.

 

Para mais notícias clique aqui e também nos siga nas redes sociais @maisvipoficial

Publicações relacionadas

X