Presa, Elize Matsunaga namora trans que tentou matar o avô

 Presa, Elize Matsunaga namora trans que tentou matar o avô

Elize Matsunaga está namorando na prisão Foto: Reprodução

Presa por matar e esquartejar o ex-marido em 2012, Elize Matsunaga está envolvida em um novo relacionamento amoroso na Penitenciária de Tremembé, em São Paulo, onde cumpre a pena de 19 anos, 11 meses e um dia pelo homicídio e ocultação de cadáver de Marcos Kitano Matsunaga, ex-CEO da Yoki, crimes pelos quais foi condenada, em julgamento realizado em 2016.

De acordo com informações reveladas pelo colunista Leo Dias, do site Metrópoles, a pessoa que estaria com Elize é o homem trans Tiago Cheregatte Neves, que cumpre pena de cinco anos no presídio feminino por ter tentando matar o avô a golpes de martelo no ano passado.

O colunista ainda destaca em sua publicação que detalhes desse relacionamento serão dados no livro Elize Matsunaga – A jornada da mulher que esquartejou o marido, do jornalista Ullisses Campbell, que será lançado no segundo semestre deste ano.

Elize e Tiago teriam confirmado o namoro recentemente e dividem o mesmo beliche no galpão do regime semiaberto de Tremembé I. Na terça-feira (18), eles deixaram o presídio para a saída temporária de Páscoa, que foi adiada por conta do agravamento da pandemia da Covid-19 no país, e devem retornar na próxima segunda-feira (24).

Segundo Ulisses Campbell, Elize já havia namorado Sandra Ruiz, vulgo Sandrão, dentro de Tremembé, em 2014. Entretanto, Sandrão teria largado Elize para ficar com Suzane von Richthofen. Esse “triângulo amoroso” seria motivo de uma rixa entre as duas condenadas pelos crimes mais famosos do Brasil.

Fonte: Pleno News

Publicações relacionadas

X